.

.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Quebra-quebra na Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar do Estado: prefeito de Mirinzal faz barraco para receber convênio

A reclamação para o Governo do Estado liberar centenas de convênios firmados com prefeituras maranhenses chegou ao extremo. A revolta é tão grande por parte dos prefeitos, que hoje (18) um quebra-quebra foi registrado na Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes).
O prefeito do município de Mirinzal, Amaury Almeida, fez um verdadeiro barraco na secretaria para receber um convênio que ficou com o Governo Estado.
Segundo informações repassadas ao Blog do Luis Pablo, o prefeito ficou furioso porque um funcionário da Sedes informou que sua documentação estava errada e que, por isso, não poderia receber a papelada.
Revoltado, Amaury Almeida começou a esculhambar o funcionário para receber a documentação. A gritaria foi tão grande, que os seguranças da secretaria foram acionados para tirar o prefeito do local, que disse que só saia da Sedes se fosse preso.
“Eu só saio daqui se for preso. Minha documentação está correta e eu quero receber o que me devem”, disse prefeito de Mirinzal.
Esse é mais um abacaxi para o governador por (agora) 13 dias, Arnaldo Melo (PMDB), resolveu depois que retornar da agenda que está cumprindo em 4 municípios Estado.

A MAIS PURA REALIDADE - Derrota, sabotagem, vingança e corrupção no Governo do Maranhão.

Uma governadora que some no ar logo após uma atribulada renúncia de muitas datas que se concretizou somente na semana passada, coronéis que programam passar dois anos fazendo um curso de aprimoramento fora do estado e o futuro governador, Flávio Dino, percebendo que vai tomar posse no escuro, sem ter ideia do tamanho do buraco nas contas públicas.
O reinado da família Sarney se finda com sabor de vingança contra o povo do Maranhão. Não há informações sobre nada. Contratos, convênios, repasses, pagamentos a funcionários terceirizados, um jogo de esconde-esconde por meio do qual pretendem tumultuar os primeiros meses da nova administração. Pior é que fica impossível dimensionar o tamanho do rombo nas contas públicas, principalmente porque não se pode dizer que esse tenha sido um governo honesto. Trata-se, no mínimo, de um governo suspeito, acusado de receber propinas no valor de R$ 900 mil do escancarado esquema de corrupção na Petrobras.
O governo do PT no Brasil se transformou numa maldita cumbuca financeira pela qual macacos velhos – deputados, senadores, governadores, ministros – receberam propinas milionárias em espécie de quadrilheiros que avançaram nos recursos do país. Entre os acusados está a governadora do Maranhão, que, derrotada, se esforça por criar todo tipo de dificuldades para seu sucessor. Não cumpriu o rito normal de qualquer transição, não vai lhe entregar a faixa governamental e pode estar lhe entregando um estado saqueado por todo tipo de desvios e improbidades. Diante do quadro que se desenha, os maranhenses têm direito a suspeitar que esse processo de sabotagem vá além da simples sonegação de informações.
Sabotagem e vingança. Sabotagem contra os novos governantes do estado. Vingança contra o povo do Maranhão. É a ousadia de pessoas incursas em crimes e suspeitas e ainda se sentindo capazes de escapar à Justiça, tentando desorganizar a administração pública para que pague o povo pela ousadia de lhes tirar do poder.
Ainda se espera, entretanto, por uma nova fase da operação Lava-Jato. A que pegará os agentes públicos envolvidos neste terrível esquema que pode, inclusive, ter sucateado para sempre a Petrobras, cujas ações despencam na ribanceira da desonestidade e afastam do país a maioria dos investidores. É quando Roseana, João Abreu e tantos outros terão que responder na Justiça por seus atos, quando corruptos e corruptores se sentirão desprotegidos do manto da impunidade e não mais poderão fazer mal ao Maranhão.
Não se descarte, ainda, que uma auditoria impiedosa possa mostrar a corrupção que aconteceu aqui. Tudo o que diz respeito a licitações fraudulentas, convênios eleitoreiros, obras superfaturadas e ocasionais propinas que talvez tenham sido pagas com os recursos desse estado. É por esse caminho que o Maranhão vai começar a vencer a corrupção. (Editorial do JP)

NA POLÍTICA DOS INTERESSES PARTICULARES É ASSIM: Uma mão lava a outra e com muita rapidez.


Roseana Sarney mal saiu do governo e já foi aposentada, de novo

Impressionante a eficiência administrativa desse povo quando é pra colocar dinheiro no bolso. Arnaldo Melo, o governador-tampão, pode até não ter muito o que fazer nesses poucos dias esquentando a cadeira número um do Palácio dos Leões, mas a aposentadoria de Roseana Sarney ele já garantiu.

A ex-governadora receberá subsídio equivalente ao de desembargador do TJ, mais de R$ 25 mil reais atualmente, pelo resto da vida, pagos pelo povo do Maranhão. Aliás, parece que ela também garantiu aposentadoria a Arnaldo Melo ao renunciar e deixá-lo no cargo por meros 21 dias (ainda cabe discussão). Uma “singela homenagem”, segundo José Sarney, a Arnaldo, claro que às custas do estado.

Roseana Sarney já recebe uma aposentadoria pelo Senado como ex-servidora sem concurso de cerca de R$ 25 mil reais, desde 2013. Agora vai ser aposentada de novo como ex-governadora. Somando todas as aposentadorias, o valor dos vencimentos de Roseana ultrapassaria o teto previsto por lei, que limita o valor máximo de remuneração de agentes públicos em R$ 29,4 mil.

O blog ouviu um especialista em direito que garante ser flagrantemente inconstitucional a aposentadoria de ex-governadores. Existe, inclusive, Ação Direta de Incostitucionalidade no Supremo Tribunal Federal que questiona sua legalidade.
Em 2007, a Assembleia Legislativa do Maranhão teve a oportunidade de mudar a Constituição Estadual para impedir a aposentadoria de ex-governadores, mas os deputados rejeitaram a proposta.
Para os pobres mortais, trabalhadores que precisam contribuir por 30 a 35 anos e se aposentar com um salário de miséria, o blog deixa a pergunta. É justo que um governador contribua com a previdência por apenas 4 anos e se aposente, recebendo para o resto da vida um vultoso salário? E que tal ficar 21 dias no cargo e ganhar o direito de se aposentar?

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Maranhão tem 50% de alunos ruins em português, diz Folha

A versão impressa do Jornal Folha de São Paulo mostra gráfico dos estados que concentram o maior percentual de alunos cujo nível em português está baixo.
A versão impressa do Jornal Folha de São Paulo mostra hoje, (11/dez) gráfico dos estados que concentram o maior percentual de alunos cujo nível em português está baixo. 1 em cada 4 alunos está no pior nível em português, a maioria tem nota inadequada no ensino fundamental público na Prova Brasil, avaliação federal aplicada a cada dois anos. Os dados são de 2013 e foram divulgados na sexta-feira (6), por meio de boletins para escolas.
No 5º ano, 24% tiraram menos de 150 em escala até 500. Para os estudantes mais novos, com média de 10 anos de idade e não sabem apontar personagem central de uma fábula ou reconhecer o assunto principal de uma reportagem.
O Maranhão têm os piores percentuais de alunos no 5º Ano, com 49,5%, e no 9º Ano,com 38,4%. Na média do Brasil, 24% dos alunos do 5º ano estão no pior nível de língua português. No Maranhão o percentual é de 50%. Já no Distrito Federal ele está em 10%.
A situação refere-se a alunos em escolas estaduais e municipais, que concentram 85% das matrículas do país.
No 9º ano, último do fundamental, 25% ficaram no patamar mais baixo na prova entre os oito possíveis. Com idade na casa dos 14 anos, não conseguem localizar informações explícitas em trechos de romance. Tiraram média abaixo de 200, ante um mínimo adequado de 275.

OAB entra com representação contra juiz que deu voz de prisão em ITZ

Nesta segunda-feira (15), o Tribunal de Justiça do Maranhão começa a ouvir os funcionários da empresa aérea que receberam voz de prisão de um juiz no Aeroporto de Imperatriz, semana passada. Quem é esse juiz que, por lá, é conhecido pela arrogância?
“É triste para você que é pai de família, sair de casa para trabalhar e de repente se deparar com uma situação dessa”, desabafa o agente de bagagem Alessandro Rodrigues.
“Jamais tinha sido humilhado dessa forma. Ser chamado de calhorda, de vagabundo, de pilantra”, comenta o despachante de voo Argemiro Augusto.
Foi a primeira vez que os funcionários da companhia aérea deram entrevista.
Sábado, 6 de dezembro. Imagens do circuito interno de segurança do Aeroporto de Imperatriz, no Maranhão, foram obtidas com exclusividade pelo Fantástico. Segundo a investigação da polícia, elas mostram o momento da chegada do juiz Marcelo Baldochi ao balcão da companhia aérea, às 20h37. Os funcionários avisam que o check-in do voo para Ribeirão Preto, em São Paulo, havia sido encerrado quatro minutos antes.
O juiz discute. “Tem que aprender a respeitar o consumidor”, diz.
Irritado, dá voz de prisão aos atendentes. “Está preso em flagrante”, afirma.
Imagens de celular de outro passageiro mostram quando policiais levaram os dois funcionários para a delegacia. “Muito constrangedor. Todo mundo me olhando como se fosse um bandido. Não desejo isso para ninguém”, afirma o funcionário Argemiro Augusto.
Depois da confusão, Baldochi embarcou no avião de outra companhia. O juiz passou a semana inteira no interior de São Paulo, de licença por causa da morte de um parente. Ele ainda não apareceu na delegacia de Imperatriz para prestar depoimento.
Por enquanto, a polícia ouviu os funcionários da companhia aérea e duas testemunhas. O delegado diz que ainda não encontrou qualquer elemento que caracterize que os funcionários que receberam voz de prisão tenham cometido algum crime.
Procurado, o juiz não quis gravar entrevista, mas publicou uma carta aberta na internet em que diz que, mesmo com o check-in em mãos, às 20h32, foi impedido de embarcar. Disse ainda que o agente da companhia aérea não prestou qualquer informação e que se recusou a tentar o embarque pelo rádio.
“Toda e qualquer pessoa pode dar voz de prisão, chamar a polícia. Está na lei, e ali se fazia presente um consumidor que exigia seus direitos”, escreveu Marcelo Baldochi.
“Tendo em vista que o magistrado não compareceu ainda para dar sua versão, a gente está evidenciando que houve, está mais próximo de um abuso de autoridade do que mesmo uma infringência ao Código de Defesa do Consumidor”, afirma o delegado Francisco Andrade Ramos.
Marcelo Testa Baldochi nasceu no estado de São Paulo, passou em um concurso público em 2003 e tomou posse como juiz no Maranhão em 2006.
No ano seguinte, uma fiscalização do Ministério do Trabalho apontou irregularidades em uma fazenda dele, também no Maranhão: 25 pessoas, incluindo um menor de idade, trabalhavam sem as mínimas condições de segurança e higiene. O caso foi mostrado em uma reportagem do Fantástico.
O nome do juiz chegou a ser incluído na lista nacional de fazendeiros acusados de usar trabalho escravo, divulgada pelo Ministério do Trabalho.
Em 2007, Marcelo Baldochi assinou um termo de ajustamento de conduta em que se comprometeu a não maltratar os empregados e pagou R$ 38 mil em direitos trabalhistas. Ao Fantástico, ele negou as acusações. “Creio que se eu não fosse juiz, não teria essa especulação do caso”, disse na época.
Naquela época, o Conselho Nacional de Justiça determinou que o Tribunal de Justiça do Maranhão abrisse processo administrativo contra o juiz, mas uma liminar do Supremo Tribunal Federal suspendeu a decisão.
Segundo o CNJ, fora este processo, existem outros seis contra o juiz Baldochi que foram arquivados.
Esta semana, a Ordem dos Advogados do Brasil entrou com uma representação contra o juiz por causa de denúncias como humilhação e tentativas de dificultar o trabalho dos advogados na região. “Não dá para somar. As reclamações são muitas”, revela o presidente da OAB de Imperatriz, Malaquias Neves.
“Tudo aí são antecedentes e talvez tenha outros casos que possibilitem, que nos obriguem a tomar providências legais com a abertura de novas investigações”, afirma o desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Antonio Bayama Araújo.
Uma delas envolve o tabelião Robson Cordeiro, que recebeu uma ordem de prisão escrita à mão pelo juiz Marcelo Baldochi dias antes do episódio no Aeroporto de Imperatriz. Ele conta que se negou a entregar de graça a cópia de um documento porque o papel estava sem o selo de gratuidade impresso. “Eu sei que ele é um juiz, a gente tem que cumprir aquelas determinações dele, mas não arbitrariamente dessa forma”, diz o tabelião.
Robson foi liberado por falta de provas, mas diz que já encaminhou uma queixa ao Conselho Nacional de Justiça e vai processar o juiz por danos morais.
A testemunha dele contra Baldochi é outro juiz. “Eu vou apenas narrar o que eu tomei conhecimento. Não podemos nos furtar a falar a verdade, ainda que seja contra um juiz que é do mesmo tribunal que eu pertenço”, conta o juiz Adolfo Pires.
“Nós, juízes, temos que andar na linha, temos que andar dentro dos preceitos legais e temos que dar exemplo e não mau exemplo”, finaliza o desembargador Antonio Bayama Araújo.
Veja a íntegra da matéria sobre o caso exibida neste domingo e produzida pelo programa Fantástico, da Rede Globo.

Governo tampão não sabe o que recebeu da ex-governadora Roseana

Jorge Vieira - O governo tampão de Arnaldo Melo não sabe o que recebeu da ex-governadora Roseana Sarney. Isso ficou claro durante o encontro informal que teve com o governador eleito Flávio Dino, no último domingo, no Palácio dos Leões. O governador interino não conseguiu responder uma única pergunta sobre questão financeira.
Arnaldo Melo, por exemplo, não sabe se a ex-governadora Roseana Sarney pagou os convênios assinados com as prefeituras do interior do estado ou se deixou dinheiro em caixa para ele pagar. Arnaldo também disse nada saber sobre a movimentação financeira do estado, o que leva a crer que sua interinidade no cargo servirá para ele entregar a faixa governamental ao sucessor.
Ao renunciar o mandato faltando apenas 21 dias para terminar o mandato, Roseana pode ter deixado uma verdadeira batata quente nas mãos de Arnaldo Melo. Se ela pagou parte dos convênios e deixou dinheiro em caixa para pagar o resto, tudo bem, mas se não deixou ele terá que pedir de volta o que foi repassado sob pena de ser alcançado pela Lei de Responsabilidade Fiscal, pois não poderá deixar o sucessor pagar.
O pior é que a grande maioria deste convênios não foram executados e serviram apenas para tentar manter os prefeitos apoiando o candidato derrotado do grupo Sarney nas eleições 2014, não havendo como fazer medição das obras porque simplesmente não foram feitas, por terá que ser devolvido. Já pensou o tamanho do abacaxi que ele terá que descascar?
E pelo que informou ao pessoal que visitou informalmente o Palácio dos Leões, nada que envolve finanças chegou ao seu conhecimento. Se o que ele falou é verdade, Roseana pode ter armado uma bomba para explodir no colo dele a partir de 2015 quando estará longe do governo e sem mandato para lhe garantir fórum privilegiado.
Por José Reinaldo Tavares

Encerrado esse ciclo de domínio que deixou uma grande herança maldita para os maranhenses, vemos com pesar que a cada dia conhecem-se novos indicadores sociais tão ruins que desafiam futuros governos e põe à prova a própria população maranhense. Como exemplo, temos dois deles recém divulgados. Um versa sobre o aumento do número de pessoas que entraram na faixa de pobreza classificada como miseráveis, número que ascendeu a 871 mil pessoas no total em 2013, consolidando o Maranhão como recordista absoluto do país na concentração da miséria, em termos relativos ao tamanho da população. Isto com o agravante de que, somente no ano citado, 118 mil pessoas engrossaram esse número, jogando definitivamente por terra os devaneios repetidos à exaustão de que tudo vai muito bem em nosso estado.
O segundo apareceu quinta-feira passada na Folha de São Paulo, que divulgou mais um dado deprimente – entre tantos – ao publicar o resultado da Prova Brasil, com dados de provas com estudantes de todos os estados. Nessa compilação, os dados do Maranhão em português e matemática são vergonhosos. O título da matéria é “Estados que concentram o maior percentual de alunos no pior nível”. Para o quinto ano, final do ensino fundamental, o Maranhão é o último colocado entre todos, com 49 por cento dos estudantes abaixo do nível 1 e para o nono ano, final do ensino médio, o nosso estado é também o último, com 38,4 por cento dos estudantes abaixo do nível 1. Alagoas é o próximo pior e o Piauí, nosso companheiro de infortúnio em outras áreas, nesta está muito melhor do que nós.
Para terem uma ideia, no nível 1 está aquele estudante que não consegue identificar o personagem principal em uma fábula. Os níveis razoáveis começam a partir do nível 5, para o aluno do quinto ano. O estudante do nono ano abaixo do nível 1 é aquele que não consegue interpretar expressões e opiniões em crônicas. Do nível 5 até o 8 é onde estão níveis razoáveis para bom. A tragédia é tão completa que a grande maioria dos estudantes maranhenses está abaixo do nível 5 em ambos os casos.
Com efeito, Roseana fecha o seu legado caracterizado pela enorme determinação, sempre demonstrada, em evitar que o Maranhão tivesse um nível educacional pelo menos razoável. Não custa lembrar que quando saiu do governo em 2002, após oito anos de mandato, o estado não tinha ensino médio em 159 municípios.
Infelizmente, o legado danoso dos anos em que esteve no governo é muito maior e abrangente, pois atinge profundamente a vida dos maranhenses em todos os setores. Desde as finanças do estado, equilibradas no meu governo e mantida com a boa gestão com Jackson Lago, e que agora nesse final estão descontroladas. Não raro somos surpreendidos com notícias alarmantes, desde o caos em que submergiram todos os serviços prestados pelo estado como segurança, saúde, educação… Descontrole visível também na nunca presenciada onda de violência que atinge toda a população e até mesmo o aparelho policial e no caos em que vivem o sistema hospitalar, com a falta de pagamento generalizado, que priva a população de médicos e paramédicos e até mesmo sem material básico para o atendimento hospitalar. Na educação já não temos para onde cair…
Não bastasse isso, nas finanças o não pagamento de serviços e convênios contratados é geral, incluindo também o pagamento de precatórios. Aliás, o único pago deu no que deu e foi parar nos anais da Operação Lava Jato.
Então, como afirmar que Roseana Sarney está entregando um estado com as finanças em dia para Flávio Dino? Deviam ser mais sérios!
Tempos difíceis virão por aí, mas Flávio vem montando uma equipe competente e com muita vontade de trabalhar. Dessa forma, com muita determinação e austeridade, o Maranhão vai encontrar o seu tempo de bonança.
Vamos virar essa página triste de nossa história com determinação e a esperança de que encontraremos o nosso lugar entre aqueles estados considerados os melhores para a sua população.
A honestidade, que será o padrão das ações do governo, nos dará as condições financeiras para o desenvolvimento e a melhoria de nossas condições sociais.
Agora uma coisa é certa. As coisas estão se complicando muito, muito mesmo, para Roseana Sarney. Tempestade à vista para eles…
E, para fechar, vamos lembrar um ditado muito conhecido nosso, um bordão muito usado por minha avó: “Aqui se faz, aqui se paga!”.
Não é preciso dizer mais nada!

1,1 bilhão de Reais - Esse é o valor inicial da Proposta de Orçamento do Judiciário do para 2015

O Presidente da comissão de Orçamento, deputado Roberto Costa, disse que a proposta sofreu ‘cortes’ e será votada hoje na Assembleia
A proposta de receita do Orçamento do Judiciário de R$ 1,7 bilhão, considerada pela Assembleia Legislativa como inexequível , sofreu cortes da Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle da Casa.
A peça, que será votada hoje no plenário, prevê orçamento de R$ 1,1 bilhão, segundo o presidente da comissão de Orçamento, deputado Roberto Costa (PMDB).
A previsão de receitas para 2015 do Judiciário foi o que mais provocou polêmica na Assembleia. No início do mês, o então presidente da Casa, Arnaldo Melo (PMDB) – agora governador -, afirmou que a propostas era inviável. A presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Cleonice Freire, contestou, e afirmou que os valores estavam dentro das necessidades do Poder Judiciário. Apesar disso, a previsão de receita teve de receber cortes.
“Da forma como estava, o orçamento do Judiciário era completamente inviável. Se aprovássemos ele, estaríamos inviabilizado as políticas públicas do próximo governo. Por isso da importância de termos chegado a um consenso e a um valor equilibrado para esse Poder”, disse.
A Comissão de Orçamento fechou ontem o relatório, com mais de 300 emendas parlamentares propostas pelos 42 deputados estaduais. Destas, cerca de 259 foram aprovadas pelo colegiado. Todas serão analisadas hoje, na votação do Orçamento do Estado para o exercício financeiro 2015.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

POLICIAIS MILITARES DO 15º BPM DE BACABAL APREENDE ARMA DE FOGO NO BAIRRO TRIZIDELA

Foram apresentados no distrito policial de Bacabal, por porte ilegal de arma de fogo, o senhor MANOEL PEREIRA DA CONCEIÇÃO e sua filha MARLY DA SILVA LOYOLA.  Os mesmos bebiam no bar Mearim, no bairro da Trizidela, quando por volta das 21h40 do dia 14, após várias denúncias de que uma pessoa bebia naquela localidade e mostrava uma arma ostensivamente, uma guarnição da Força Tática composta pelo Cabo Castro e Soldado Ericeira foram até o local para averiguar a veracidade do fato.
Ao chegarem ao local, observaram quando o senhor Manoel repassou uma arma a sua filha de nome Marly, que escondeu a mesma debaixo da sua perna. Imediatamente a guarnição abordou os mesmos e encontrou com Marly, um revólver, calibre. 32mm, Taurus, de nº 222273, com 05 (cinco) munições intactas e a quantia de R$ 5,00 (cinco) reais. Ambos foram conduzidos a delegacia para os procedimentos de praxe.
Ainda no local, foi detida a senhora Magnólia da Silva, por desacato.  O bairro Trizidela é o bairro que apresenta o maior índice de consumo e venda de entorpecentes, apresentando, também, grande número de homicídios, porte de arma de fogo e arma branca, sendo um bairro muito perigoso.  Ainda para este final de ano, uma megaoperação está prevista na cidade e toda a região, sendo o citado bairro, um dos focos principais.

FINAL DE SEMANA TRÁGICO

Na BR 316 - Próximo à Capital Teresina, ônibus da Transbrasiliana explode ao colidir com Caminhão-tanque. Acidente deixou 44 vítimas fatais 


        44 pessoas morreram no trágico acidente, às 9:30 desta segunda, 15. O acidente ocorreu a 2 quilômetros de Monsenhor Gil. O caminhão-tanque, que ia no sentindo Teresina e o ônibus para Goiânia. Segundo o cabo Gonçalo Batista dos Santos, quando o policiamento chegou no local não encontraram nenhum sobrevivente, sendo que apenas o motorista do ônibus foi encontrado no local com poucas escoriações, junto a uma criança de 5 anos que sacou do ônibus na hora da colisão. O caso já está sendo apurado pelas autoridades em busca de responsabilidades. Vejam as fotos:


Em meio à tragédia Jovem de Balsas diz ter se salvado por milagre. Veja ao lado.


























Em Bacabal acidente entre moto e carro, deixa garota morta

         Acidente grave, envolvendo um carro e uma moto, aconteceu ontem, no cruzamento da rua Teixeiras Mendes e Getúlio Vargas. A moto que levava três pessoas (1 homem e duas mulheres), segundo informações, não obedeceu o sinal vermelho e foi apanhada pelo carro. Houve colisão da moto com um poste próximo. Uma das garotas teve a perna esquerda dilacerada e a outra ficou com a rótula do joelho bastante danificada. Uma das garotas (a jovem da foto) faleceu por parada cardíaca logo após o acidente. 















Motorista do Deputado Alberto Filho morre em acidente de carro



     No sábado, 13, outra tragédia marcou os bacabalenses. Um Corola, usado pelo deputado Alberto Filho (PMDB) em Brasília se envolveu em um grave acidente. Os indícios levam a crer que, antes do capotamento próximo ao povoado Zé Chicão, o motorista Ailton Ferreira tenha sofrido um infarto. Ailton Ferreira é braziliense e estava trafegando de Bom Jardim, onde havia ido deixar familiares, para Bacabal. O deputado Alberto Filho não estava no carro.




sábado, 13 de dezembro de 2014

TRIO DE SANTA HELENA É PRESO EM BACABAL COM ARMA DE FOGO‏

             
           Foi apreendido por volta das 10h30 do dia 12, na Br-316, km-360, nas proximidades da Faculdade de Bacabal (FEBAC), um revólver, Magnus, 357, com seis munições intactas. O mesmo estava de posse do trio DHON EDISON DIAS DA SILVA, 24 anos; ISMAEL SILVA FONSECA, 30 anos e WILIAN LOPES LIMA, 25 anos, todos residentes na cidade de Santa Helena –MA. No momento os mesmos estavam em um Celta, prata, de placas NXD-6061.
Ainda com os mesmos a PM encontrou 06(seis) munições intactas; 04 (quatro) celulares; 01 (um) talão de cheques; 02 (dois) cartões magnéticos e a importância de R$ 2.469,00 (dois mil quatrocentos e sessenta e nove reais) em espécie 
O serviço de Inteligência observou que os mesmos abasteciam o carro no posto São Domingos, Br-316, perímetro urbano de Bacabal. Os PMs  do SI também observaram que estavam um tanto quanto nervosos. Dado ao fato e placa ser de outro município, resolveram ligar para o Copom (Central de Operações do 15º BPM), onde pediram ajuda para a abordagem aos suspeitos.
Foi designado o apoio da Patrulha Rural e Unidade Falcão. Ao perceberem a presença policial empreenderam fuga. Não  obedecendo a ordem de parada.  Iniciou-se uma perseguição, obrigando os policiais a dispararem um tiro num dos pneus do carro em fuga.
Neste momento foi  procedida uma revista pessoal em cada um dos indivíduos e ao revistarem minuciosamente o veículo foi encontrada a arma citada. Todos foram apresentados na Delegacia de Bacabal para os tramites que o caso requer.
Participaram da operação os Cabos Gilton e Silas e os Soldados Carvalho e Jacó.

PREFEITURA DE BACABAL INICIA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL‏

         Depois de concluir a pintura vertical e fazer a troca dos postes de madeira por postes de ferro, a empresa Albatroz vencedora da licitação deu inicio a sinalização horizontal como pintura de faixa de pedestre, quebra molas, estacionamentos e linhas divisórias de pista de rolamento.
A sinalização de ruas e avenidas de Bacabal é resultado de um convênio firmado entre a prefeitura de Bacabal e o DETRAN. Ao todo serão 4 etapas até que o trabalho seja concluído.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Em quatro anos o Maranhão teve cinco governadores

Do Jornal Pequeno online

Antes de renunciar ao governo do estado, Roseana Sarney dividiu o comando do Maranhão com outras quatro pessoas, entre deputados, presidente do TJMA e vice-governador.
“Esse será o melhor governo da minha vida”. Essas foram as palavras de Roseana Sarney (PMDB), quando empossada governadora do Maranhão, no dia 1° de janeiro de 2011. Mas ela teve que dividir este “Melhor Governo” com outras quatro pessoas, sendo que o atual governador Arnaldo Melo, comandou a máquina estadual em duas oportunidades, e ainda vai fechar o ano como chefe do Executivo Estadual.
O que chamou a atenção é que Roseana entregou o comando do Maranhão para quatro pessoas diferentes entre outubro de 2011 a abril de 2012, sendo que neste espaço de tempo, Washington Oliveira (então vice-governador), Arnaldo Melo (então presidente da Assembleia), Jamil Gedeon  (então presidente do TJMA) e Marcos Caldas (então vice-presidente da Assembleia) assumiram o cargo.
Confira as mudanças cronologicamente:
27 de outubro de 2011
Em uma cerimônia simples, no gabinete do Palácio dos Leões, a governadora Roseana Sarney transmitiu o cargo ao vice-governador Washington Luiz Oliveira, que ficaria à frente do Poder Executivo do Maranhão durante 10 dias, período em que a chefe do Executivo tratou de assuntos pessoais. Mas após três dias como governador, ele passou a bola para Arnaldo Melo.
Washington Oliveira voltaria a ser governador em março de 2012, quando Roseana participava da comitiva da presidente Dilma Rousseff (PT) nos EUA.
31 de outubro de 2011
O então presidente da Assembléia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), assumiu interinamente o cargo de governador do Estado Maranhão, durante solenidade ocorrida no Palácio dos Leões. Melo substituiu Roseana Sarney por apenas três dias também.
2 de novembro de 2011
O desembargador Jamil de Miranda Gedeon Neto, 51 anos, então presidente do Tribunal de Justiça a época, também assumiu, interinamente, o Governo do Estado do Maranhão no dia 2 de novembro de 2011. A transmissão do cargo aconteceu no Palácio dos Leões, onde o deputado estadual Arnaldo Melo, presidente da Assembleia e governador interino declarou o seu afastamento do cargo, após três dias de exercício
5 de abril de 2012
Marcos Caldas, a época vice-presidente da Assembleia Legislativa, assumiu o Governo do Maranhão por quase dez dias. A transmissão do Governo foi feita após a licença de Washington Oliveira (PT), que estava como governado por conta de uma viagem feita por Roseana em comitiva com a presidente Dilma Rousseff (PT) para os EUA.
10 de dezembro de 2014
Por fim, o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, foi empossado governador do Maranhão de vez, pois Roseana Sarney renunciou ao cargo e como o vice Washington Oliveira se tornou conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a vaga ficaria para o chefe do parlamento estadual
Agora Arnaldo Melo vai ficar à frente do comando do Executivo Estadual até o dia 31 de dezembro de 2014 e entregará a faixa, no dia 1° de janeiro de 2015, de governador para Flávio Dino, eleito no pleito deste ano.




terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Escola de Música de Bacabal forma mais de 300 alunos‏

Sob a regência do Maestro Victor e orientados por uma equipe de músicos de alto gabarito com capacitação até mesmo no exterior, 330 alunos da Escola de Música Almir Garcêz Assai concluíram os cursos de Violão, Bateria, Teclado, Baixo, Instrumento de Sopro, Guitarra e Canto. A turma que levou o nome da professora “Prenticimar Veloso” recebeu acompanhamento por quase dois anos.
A cerimônia de entrega dos certificados ocorreu na sexta-feira na própria Escola de Música e contou com a brilhante apresentação da Banda Santa Cecilia, de Pais de alunos e do secretário Municipal de Cultura José Clécio que representou o prefeito Zé Alberto Veloso.
Até 2012 a estrutura da escola era precária e não oferecia as mínimas condições para que alunos alimentassem o sonho de aprender a tocar um instrumento. Com a chegada do novo governo, o espaço foi todo revitalizado inclusive com área climatizada e instrumentos musicais novos.
Na gestão do prefeito Zé Alberto Veloso mais de 1000 alunos já passaram pela nova Escola de Música de Bacabal.
“O atual governo dedicou atenção especial a Escola de Música Almir Garcêz Assai, nos deu condições de desempenhar um bom trabalho e o resultado está ai, mais uma turma de formandos “ pontuou Victor Emanuel Diretor Geral da Escola de Música.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Pense num Genro Porreta - Edinho recebeu mais de meio milhão de doação do genro Marquinhos Regadas

Era um genro desses que todo pai queria ter. Como já era sabido durante a campanha eleitoral, agora o TSE comprovou que Marquinhos Regadas, da Franere, ajudou sim o sogro Edinho Lobão (PMDB) na campanha eleitoral.
O sogro foi agraciado nada mais, nada menos, do que com a cessão de Helicópteros, de propriedade das empresas do grupo Franere, de propriedade dos Regada, mais recursos financeiros . Foi uma participação declarada de R$ 750 mil reais.
Outra doação baseada na amizade foi a do dono da Dimensão Engenharia, conhecido Barbosa. O amigo de Lobão Filho, inclusive, já foi investigado este ano pela Polícia Federal e teve pedido de prisão durante a Operação Cartago. A Dimensão Engenharia doou R$ 500 mil para Edinho.
PMDB e PT
Uma receita expressiva que consta na prestação de contas de Edinho Lobão é oriunda com Comitê de Campanha de Dilma Rousseff. A presidenta destinou mais de R$ 220 mil para o filho de seu ministro, durante a campanha eleitoral.
Edinho Lobão foi o único candidato ao governo no Maranhão a receber recursos de Dilma.

“Coincidência”: Roseana deixará o cargo no Dia Internacional Contra a Corrupção

“Coincidência” ou não a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), vai deixar o cargo oficialmente no Dia Internacional Contra a Corrupção, 9 de dezembro, na próxima terça-feira.
A saída de Roseana do comando do Estado será durante uma campanha global contra a corrupção, que coincide também com o dia em que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo, passa a ser o governador do Maranhão.
O dia remete à data em que o Brasil e mais 101 países assinaram a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, em 2003, na cidade mexicana de Mérida.
A Controladoria Geral da União (CGU) sempre realiza um ciclo de palestras para marcar a passagem do Dia Internacional Contra a Corrupção. A CGU apresenta as ações implementadas durante o ano para combater a corrupção.
No mesmo dia, são realizados eventos simultâneos em todos os Estados brasileiros com atividades de mobilização para o controle social, sobre transparência pública para esclarecer o público.
A data é, sem dúvida, o dia ideal para Roseana deixar o cargo.

Mais um - Prefeito Djalma, de Arari, continua na corda bamba

O prefeito de Arari, Djalma Melo (PTB), está por um triz para ter o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).
O gestor anda na corda bamba e se segurando como pode. Djalma Melo responde a um processo por abuso de poder econômico, das eleições de 2012.
Apesar da difícil situação no TRE, aliados do prefeito andam espalhando aos quatro cantos da cidade, que ele tem a certeza de que permanecerá no cargo. Não se sabem em quem Djalma confia tanto.
O processo está nas mãos do desembargador Eduardo Moreira, que pediu vista. Até o momento foram três votos a favor pela permanência do prefeito e dois contra.
Caso Moreira vote contra, empatando o julgamento, caberá ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Froz Sobrinho, desempatar.
Agora só espera-se que o presidente da Corte tome uma decisão inteligente – sem favorecer A ou B, para que o TRE não fique sob suspeição.

Convênios não poderão ser pagos se Roseana não deixar verba destinada

O pagamento de convênios às prefeituras sempre foi uma tática usada politicamente pelo grupo Sarney para se manter no poder. No entanto, prestes a deixar o governo na próxima semana (conforme tem anunciado a aliados), Roseana poderá colocar lideranças políticas em situação complicada, já que legalmente a atual governadora está impedida de renovar o prazo para a quitação da dívida com as prefeituras.
Roseana não poderá deixar a dívida para o próximo governo. No caso, para Flávio Dino. Isto porque é vedado pela Lei de Responsabilidade Fiscal contrair dívidas que não possam ser pagas no exercício do mandato que termina em 31 de dezembro e, por isto, se renovar o prazo para pagamento de dívidas contraídas em seu governo, Roseana Sarney deverá ser processada por improbidade administrativa.
A Lei de Responsabilidade Fiscal afirma, em seu artigo 42, que “é vedado ao titular de Poder ou órgão, nos últimos dois quadrimestres do seu mandato, contrair obrigação de despesa que não possa ser cumprida integralmente dentro dele, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito.”
No entanto, Roseana Sarney deixará o governo na próxima terça-feira sem ter quitado a dívida contraída em relação aos municípios. Os prefeitos aguardam, o seu pagamento integral, mas a governadora tem dito que deixará a dívida para o próximo governo quitar.
Para solucionar o impasse até 31 de dezembro, o governador do Maranhão que estiver em exercício de mandato terá duas saídas possíveis: ou pagar integralmente todos os convênios ou renovar o prazo de pagamento por mais alguns meses, comprovadamente deixando dinheiro em caixa para que o próximo governo possa realizar o pagamento com restos deixados pelo atual.
Seja Arnaldo Melo ou Roseana Sarney que assine tal renovação, o certo é que este ato fará com que o governante responda na Justiça pelo ato de improbidade administrativa em caso de não previsão de orçamento com verbas ainda em caixa exclusivamente para esta finalidade.

Com Roseana Citada do "Petrolão", Sarney estaria apreensivo

Informações de bastidores do Congresso Nacional dão conta de que o senador José Sarney estaria se movimentado nos bastidores para obter informações sobre o processo em que a filha é citada, em delação premiada, como integrante do esquema de corrupção na Petrobras.
A governadora é uma das investigadas na Operação Lava Jato.
Roseana teve seu nome citado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como beneficiária do ‘Petrolão’, nome dado pela oposição à engrenagem que saqueou a estatal do petróleo.
Nota publicada na coluna Informe JP, na edição deste domingo do Jornal Pequeno.

“Tenho certeza de que fiz o melhor governo da minha vida”, diz Roseana

Não sabemos até onde vai o cinismo dos políticos, mas a governadora Roseana Sarney (PMDB) declarou hoje (5), durante a inauguração da Avenida IV Centenário, em São Luís, ter certeza de que cumpriu a meta estabelecida em 2010, assim que ela se reelegeu.
“Tenho certeza de que fiz o melhor governo da minha vida”, disse.
Perguntada por um jornalista presente ao evento se não tinha medo de ser presa após sair do mandato – em virtude da perda de foro privilegiado -, a peemedebista foi direta.
“Não tenho medo de nada, não, meu filho”, disparou. 

“Saio na terça junto com a governadora Roseana”, diz Ricardo Murad

O secretário de Estado da Saúde anunciou na noite de ontem (5), por meio de sua página pessoal no Facebook, que cumprirá uma promessa que já havia feito desde o início do ano – quando se cogitou a renúncia da governadora Roseana Sarney (PMDB) para uma disputa ao Senado.
Àquela época, Murad já havia informado que, se a peemedebista deixasse o governo, ele sairia também.
Agora no fim do ano, ele manteve a promessa, quando este blog anunciou que Roseana deixaria o mandato antes do seu fim,
Neste sexta, por meio da rede social, ele confirmou: “Saio na terça junto com a governadora Roseana”.

Juiz perde voo no Maranhão e manda prender atendentes da TAM

O juiz Marcelo Baldochi, titular da comarca de Senador La Roque, deu voz de prisão, ontem (6), a dois atendentes da TAM, após perder um voo da companhia em Imperatriz.
Baldochi chegou ao aeroporto Renato Moreira após o encerramento do check-in. Mas queria embarcar.
Como foi impedido pelos funcionários, deu voz de prisão a ambos e acionou a Polícia Militar, que levou todos a uma delegacia na cidade.
Sensibilizados, alguns colegas de trabalho acompanharam os dois atendentes “presos” até a delegacia.
O magistrado, no entanto, acabou não comparecendo para registrar a ocorrência e todos foram liberados.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Deputado Alberto Filho apresentou emenda à LDO de 2015 (Lei de Diretrizes Orçamentárias) visando liberação de recursos para duplicação e adequação da BR 316, em Bacabal

                  Está em tramitação no Congresso Nacional, o Projeto de Lei denominado de “Lei de Diretrizes Orçamentárias/2015”, que antecede e orienta a discussão e votação do Orçamento Geral da União. O Deputado Alberto Filho apresentou uma emenda visando a DUPLICAÇÃO e MANUTENÇÃO do trecho urbano da BR 316 entre os quilômetros 358 ao 364, do Polo Industrial até COHAB 3, em Bacabal/MA.

No dia de ontem, 25 de novembro, ele reuniu-se com o Presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO), Deputado Devanir Ribeiro,  para sensibilizá-lo quanto a importância de se aprovar esta emenda.
Alberto Filho apresentou-lhe as características e posição geográfica do município, com relação a necessidade de manutenção/adequação do referido trecho rodoviário. Salientou que, o mesmo necessita urgentemente de ser duplicado e adequado para não prejudicar, ainda mais, o crescimento e desenvolvimento do município de Bacabal e região. Na ocasião, o deputado apresentou como exemplo, o fato de uma ponte com mais de 50 anos, que não suporta mais reformas.
Finalizou o encontro, fazendo ver ao Presidente da CMO, que é extremamente importante a aprovação da Emenda de Metas apresentada a LDO, que, se aprovada, esse investimento terá como consequência imediata a redução   das estatísticas de acidentes vitimando os transeuntes e os profissionais que conduzem grandes veículos de carga em razão de maior segurança no trecho mencionado. 
O Presidente da CMO acolheu muito bem a demanda e afirmou que está pronto para ajudar. Ainda esta semana, o deputado Alberto Filho irá conversar com o Relator da matéria, Senador Vital do Rego, visando angariar o seu apoio ao pleito apresentado.

domingo, 23 de novembro de 2014

Ruas do Bairro Nova São Luis Gonzaga são beneficiadas com asfalto, meio fio e sargeta

             As ruas do bairro gonzaguense Nova São Luis Gonzaga estão recebendo toda a atenção devida do poder público municipal. Trata-se de uma obra gigantesca, que iniciou com a abertura e reabertura de mutias ruas ali existentes. Por ser um bairro que nasceu de invasão, pensou-se que tão cedo os benefícios não chegariam por lá. Errou quem apostou nessa possibilidade. A situação é outra e as ruas já estão na fase do acabamento, que compete a colocação de meio feio e construção de sergeta. "O novo bairro só valoriza com a chegada desses benefícios, além de podermos, daqui em diante, poder circular por todas as ruas tanto no verão quanto no inverno; disse Dona Fátima, moradora do Bairro desde sua fundação. 


             Mesmo não elegendo o candidato do grupo, a Governadora Roseana reiterou a garantia do asfalto e das melhorias complementares do Bairro Nova São Luis Gonzaga ao prefeito Dr. Emanoel Carvalho, que de pronto, na semana seguinte à eleição, reiniciou os trabalhos, agora em estágio avançado. Veja as fotos.





Marcha para Jesus reuniu centenas de religiosos em Bacabal

        Uma massa de religiosos, sendo a maioria das igrejas protestantes, estiveram participando, neste sábado (21) , à tarde, do evento I Marcha para Jesus. O evento contou com a presença de pastores, líderes de outras designações religiosas e uma multidão que tomou conta da rua Getúlio Vargas, no centro da cidade.
        A marcha seguiu até o Centro Cultural, onde contou com Shows Gospel de Mylla Karvalho e Robertinho do Pará (ex-companhia do Calypso). As camisas do evento foram adquiridas nas igrejas evangélicas de Bacabal e nas Lojas Noroeste. O intuito da marcha é estabelecer a paz e a oração em prol das famílias de Bacabal, consagrando para elas a presença de Deus diante a resolução dos problemas familiares que afetam toda a sociedade. Para os organizadores, a marcha cumpriu seu papel e a sua missão. Veja fotos.