.

.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Eleição indireta deixa clima tenso na Assembleia Legislativa do Maranhão

A política do Maranhão esta de cabeça para baixo. A Assembleia Legislativa, chamada metaforicamente pelos deputados de “Casa do Povo”, virou terra de ninguém. As eleições mudaram o governo e os representantes do povo cuidaram de mudar o discurso, a atitude e o lugar no plenário. Até governistas não eleitos, fazem de tudo para serem vistos como náufragos, que pularam da barcaça sarneísta e tentam se agarrar ao bote salva-vidas, guiado pela tripulação da fragata comandada pelo governador eleito Flávio Dino, do PCdoB.

Existem 53 projetos para serem votados, mas depois das eleições, nenhum. O plenário não reúne quórum ou falta acordo de liderança para as votações. Ontem, por exemplo, 22 deputados registraram presença no painel do plenário, mas havia um total de 27 transitando pelo local. Eles poderiam sair, em caso de esvaziamento obstrutivo, sem deixar registro. Cinco ficaram transitando ou até em suas cadeiras. Era o momento em que o futuro chefe da Casa Civil do governo, Marcelo Tavares tentava obstruir qualquer votação de matérias que Flávio Dino não quer vê-las aprovadas. E estava obtendo total sucesso na empreitada.

Tudo isso está acontecendo, quando faltam apenas 40 dias para o fim do governo Roseana Sarney e o começo do de Flávio Dino. A Assembleia Legislativa do Maranhão, onde mandatos atuais prosseguem até 1º de fevereiro, o plenário vive um ambiente de confronto, obstrução da pauta, e, ao mesmo tempo, de desmanche quase total do grupo que era governista e agora se dispõe a reforçar a construção da nova bancada apoiadora do Palácio dos Leões. O deputado Rogério Cafeteira (PTB) usou linguagem diplomática para chamar os colegas pula-cercas, de “infiéis”. Eles prometerem-lhe aprovar uma emenda que acaba com a reeleição da Mesa, mas está vendo que, agora, não conseguirá.

O confronto se dá por causa da eventual renúncia da governadora Roseana Sarney no próximo dia 5. Para tapar uma “lacuna” no artigo 61 da Constituição Estadual, o deputado Alexandre Almeida (PTN) propôs o projeto nº 208 que regulamenta a regra de substituição, que se dará por eleição indireta naquele parlamento. A proposta revoga outra lei (9.994) de fevereiro deste, editada para atender outro momento em que Roseana pretendia renunciar e disputar o Senado, depois que o vice Washington Oliveira foi removido para o cargo vitalício de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

COISAS DE ESCRACHAMENTO SEM FRONTEIRAS - Rafinha Bastos ofende Marcelo Tas, diz jornal

Rafinha Bastos teria falado sobre a mágoa que sente de Marcelo Tas desde sua saída do CQC, no episódio em que fez uma piada com Wanessa Camargo, grávida do primeiro filho, em 2011.
Segundo informações do jornal Diário de S. Paulo, desta terça-feira (18), Rafinha gravou seu segundo DVD no Teatro Bradesco, em São Paulo, e depois foi sabatinado pelo público.
Em determinado momento, ele foi questionado sobre a possível volta ao CQC agora que Tas deixará o programa.
— Eu sei que não parece a decisão mais inteligente, mas eu devo muito a algumas pessoas de lá. Mas eu não piso onde aquele filho da p… do Marcelo Tas pisa. Ele não foi justo comigo. Com ele, eu não volto.

Tribunal do Júri condena ex-prefeito e esposa por homicídio qualificado

Na última quinta-feira, 13, foram submetidos a julgamento pelo Júri Popular na sede da Comarca de Imperatriz, Idélzio Gonçalves de Oliveira (mais conhecido como Juca), ex-prefeito de São Pedro da Água Branca, e Edilane Pereira do Nascimento, ex-secretária Municipal de Educação, acusados de homicídio qualificado, por haverem mandado matar o ex-secretário de Meio Ambiente do Município, Osmar Luna Peixoto.
O crime aconteceu em 10 de setembro de 2007, na cidade de Imperatriz-MA, quando a vítima saía de uma residência no Bairro Nova Imperatriz. Osmar Luna Peixoto foi abordado por dois homens que se aproximaram em um carro, sendo que um deles desceu do veículo e executou a vítima com dois disparos na região da cabeça.
Foi apurado que o homicídio teve motivação política, pois os mandantes não aceitavam que Osmar Peixoto, mesmo sendo secretário Municipal de Meio Ambiente, vinha se colocando contra a administração municipal, sendo que seu apoio ou oposição poderia influenciar no resultado das eleições de 2008.
No dia anterior ao fato, Osmar Luna havia oferecido um almoço em São Pedro da Água Branca, no qual fez um discurso inflamado contra a administração municipal, selando a sua adesão à oposição.
O casal valeu-se de um agenciador, conhecido como “Edimar Medrade”, cujo filho prestou declarações reveladoras ao Ministério Público no ano de 2010, contribuindo para a elucidação do crime. Dias antes das eleições 2008, “Edimar Medrade” ameaçou contar tudo o que sabia sobre o casal, tendo sido morto em 27 de setembro daquele mesmo ano.
Atuaram no plenário de julgamento os promotores de justiça Uiuara de Melo Medeiros, que responde pela 6ª Promotoria de Justiça Criminal, e Domingos Eduardo da Silva, titular da 5ª Promotoria de Justiça Criminal. O julgamento terminou por volta das 4h30 da manhã da sexta-feira, quando foi proferida a sentença pelo juiz Flávio Roberto Ribeiro Soares, titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Imperatriz, que presidiu a sessão.
Os acusados foram condenados pelo homicídio qualificado, sendo que a Idélzio Gonçalves (“Juca”) foi imposta pena de dezenove anos e três meses de reclusão, e para Edilane Pereira do Nascimento, a pena foi fixada em quatorze anos e três meses de reclusão. Os dois já sofreram condenação criminal anterior, em maio de 2014, por desvio de verbas públicas e uso de dinheiro público para fins de corrupção eleitoral, fatos ocorridos na época das eleições de 2008.

José de Ribamar Castro e João Santana são eleitos desembargadores do TJMA

Do Jornal Pequeno
Os juízes José de Ribamar Castro e João Santana Sousa foram eleitos desembargadores do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), nesta quarta-feira (19). Castro concorreu à vaga com outros onze candidatos, pelo critério de merecimento, e ficou em primeiro lugar, com 1.948 pontos. Santana, único candidato à vaga pelo critério de antiguidade, foi eleito por unanimidade. Os dois foram empossados logo depois da sessão plenária administrativa pela presidente da Corte, desembargadora Cleonice Freire.
m_19112014_1450Os novos desembargadores tomaram posse no Gabinete da Presidência. (Foto: Ribamar Pinheiro)
Na eleição por merecimento, os outros dois mais votados foram os juízes José Jorge Figueiredo (segundo colocado), com 1.930 pontos, e Tyrone José Silva (terceiro), com 1.923. Com o resultado, ambos passaram a figurar por duas vezes na lista tríplice para acesso ao Tribunal.
“Como a magistratura é uma atividade de carreira, você tem uma alegria muito grande quando consegue alcançar esse ponto máximo. Agora, a gente vê, por outro lado, que a responsabilidade aumenta: quanto maior a atribuição, evidentemente, maior a responsabilidade”, avaliou José de Ribamar Castro, com 25 anos de magistratura.
“Sempre esperei essa promoção. São 33 anos de magistratura. Acabo de receber da Corregedoria parabéns pela produtividade”, comemorou, também, João Santana.
A presidente do TJMA, desembargadora Cleonice Freire, destacou a dificuldade na tarefa de escolher o novo desembargador pelo critério de merecimento, por considerar ótima a qualidade dos candidatos inscritos.
MERECIMENTO – Vinte e um membros do Tribunal participaram da sessão que definiu os novos nomes, mas o desembargador Joaquim Figueiredo se absteve de votar na vaga pelo critério de merecimento. Ressaltou que, embora não houvesse impedimento para que permanecesse em plenário, resolveu se retirar, por questão ética e moral. O magistrado é irmão do juiz Jorge Figueiredo, um dos candidatos ao cargo.
Antes de iniciada a votação, a desembargadora Anildes Cruz relatou uma exceção de suspeição, interposta pelo juiz José Eulálio Figueiredo, pedindo que a desembargadora Maria das Graças Duarte não participasse da eleição. Ele alegou inimizade com a magistrada, que disse não ter inimizade nem amizade com o juiz. Ela não se deu por suspeita e disse estar no seu direito e dever de votar.
Anildes Cruz julgou o pedido intempestivo (fora do prazo apropriado) e não conheceu da exceção de suspeição, salientando que não viu motivo para que Maria das Graças ficasse de fora do pleito. Os demais desembargadores presentes concordaram com a relatora.
Dos 14 candidatos inscritos para a eleição por merecimento, dois tiveram manifestação desfavorável do desembargador Jorge Rachid, corregedor-geral em exercício: os juízes José Gonçalo de Sousa Filho e Douglas Amorim, por não terem juntado todos os documentos exigidos para a candidatura.
Os 20 desembargadores que participaram da votação apuraram o merecimento dos candidatos, segundo critérios com pontuação máxima: desempenho (20 pontos), produtividade (30), presteza no exercício das funções (25), aperfeiçoamento técnico (10) e adequação da conduta ao Código de Ética da Magistratura Nacional (15).
Todos eles declararam os fundamentos de sua convicção, com menção individualizada aos critérios utilizados na escolha. Também concorreram os juízes Oriana Gomes (com 1.910 pontos), Maria do Socorro Carneiro (1.859), Luiz Gonzaga Almeida (1.854), Manoel Aureliano Neto (1.851), Raimundo Nonato Neris (1.840), José Eulálio (1.834), Lucas Neto (1.813), Luiz de França Belchior (1.760) e Samuel Batista de Souza (1.694).
ANTIGUIDADE – Na sequência, a presidente do TJMA anunciou o acesso ao cargo de desembargador pelo critério de antiguidade. Submetido ao plenário, o nome do juiz João Santana Sousa recebeu manifestação favorável unânime dos membros da Corte.
POSSE – O ato de posse dos eleitos aconteceu logo após o encerramento da sessão, no gabinete da presidência, com  a presença de desembargadores, juízes de direito, diretores e servidores do Tribunal e familiares dos empossandos.
Após a leitura do compromisso e assinatura do termo de posse, os novos desembargadores foram saudados pela presidente do TJMA, desembargadora Cleonice Freire, em breve discurso.
Eleito por merecimento, José de Ribamar Castro foi o primeiro a tomar posse. “Castro é uma pessoa simples; mas possuidor de um extenso currículo, de excelente bagagem profissional e considerável formação acadêmica. Quem está de parabéns com a sua posse é o Tribunal de Justiça”, ressaltou a presidente.
Em seguida, foi empossado o desembargador João Santana, que acessou o cargo por antiguidade na carreira. “É um homem ponderado e criterioso, que ingressa no Tribunal pelo critério de antiguidade, mas é igualmente merecedor de elogios, pelo reconhecido trabalho e dinâmica aplicada na magistratura”, destacou a desembargadora.

TCE desaprova contas de prefeitos, entre elas as de Grajaú, Belágua, Matões do Norte, João Lisboa, Buriti, Maracaçumé, Matinha e Marajá do Sena

Do Jornal Pequeno
O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), em Sessão Plenária realizada nesta quarta-feira, 19/11, desaprovou a prestação de contas apresentada por Mercial Lima de Arruda, prefeito de Grajaú, relativa ao exercício financeiro de 2009. A decisão da Corte de Contas estabelece também que o gestor devolva aos cofres do município a quantia de R$ 3.780.429,11, além do pagamento de multas que totalizam R$ 404.442,00.
fachada_TCE-MATCE-MA
Entre as principais irregularidades detectadas pelos auditores do TCE na prestação de contas de Mercial Arruda estão ausência de notas fiscais para comprovação de despesas; irregularidades em processos licitatórios pagamento de fornecedores em desacordo com a legislação vigente; não recolhimento do ISS no valor de R$ 1.639.639,54; irregularidades na execução de obras e serviços de engenharia no valor total de R$ 962.963,26; concessão de subvenções, auxílios e contribuições sem amparo legal e não recolhimento junto ao INSS das contribuições previdenciárias. O gestor ainda pode recorrer da decisão.
Na mesma sessão foram desaprovadas também as contas de Adalberto do Nascimento Rodrigues (Belágua/2009); Antonio Sampaio Rodrigues da Costa (Matões do Norte/2005), com débito de R$ 342.959,00 e multas de R$ 121.113,00; Francisco Emiliano Ribeiro de Meneses (João Lisboa/2010); Francisco Evandro F. Costa Mourão (Buriti/2010), com débito de R$ 1.311.876,52 e multas de R$ 234.081,00; José Francisco Costa de Oliveira (Maracaçumé/2010), com multas de R$ 88.800,00; Marcos Robert Silva Costa (Matinha/2007), com débito de R$ 552.144,51 e multas de R$ 164.424,00 e Manoel Edivan Oliveira da Costa (Marajá do Sena/2012), com multa de R$ 5.000,00.
Tiveram suas contas aprovadas com ressalvas  Joaquim Umbelino Ribeiro (Turiaçu/2006), com multas de R$ 20.000,00; Raimundo Nonato da Silva Pessoa (Timbiras/2009) e Tanclêdo Lima Araújo (Paulo Ramos/2009).
Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares contas de Maria de Fátima Sousa Fernandes (Fortaleza dos Nogueiras/2009), com débito de R$ 20.604,00 e multas de R$ 32.294,00; Renato Luiz Ribeiro Oliveira (Anapurus/2009), com débito de R$ 72.936,00 e multas de R$ 23.693,00 e Renato Luiz Ribeiro Oliveira (Anapurus/2010), com débito de R$ 191.154,39 e multas de R$ 33.987,00.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

IMPRENSA DE CAXIAS - O Brasil inteiro conheceu o flagelo das mães caxienses na Maternidade Carmosina Coutinho





Muitos foram os sentimentos que tomaram conta de todo o Brasil no quadro “proteste já” exibido na noite desta segunda-feira, 17, no programa CQC.

Logo na chamada da matéria, a apresentadora Ana Paula Padrão, que estava substituindo Marcelo Tas, disse que era “o caso mais absurdo já feito no proteste já”.

Mesmo sendo um programa basicamente humorístico, o quadro que foi gravado em Caxias tem um caráter sério e é respeitado em todo o país.





Apresentando dados do IBGE e da ONU sobre a quantidade de óbitos considerados estatisticamente aceitáveis, a reportagem informou o escândalo caxiense, que extrapola qualquer índice analisado. “Uma matéria difícil de assistir”, informou o locutor.

Em meio aos túmulos de sonhos enterrados, Oscar Filho da início a narrativa do que apurou em Caxias.

Após depoimento do repórter da Band local, Ricardo Rodrigues, surge uma mãe falando em meio a um comovente choro que chegou inclusive a emocionar também o repórter.

Foram vários depoimentos de mães e uma só constatação: todas afirmaram que sofreram descaso na Maternidade e que seus filhos apresentavam praticamente a mesma causa para o óbito, de que teriam engolido líquido durante o parto. “Meu filho estava com a cabeça toda machucada”, disse uma mulher que perdeu seu filho na unidade de saúde do município.

“Todo mundo em casa esperando a criança e eu cheguei de braço vazio”, emocionou-se a mãe em mais um relato dramático no meio de tantos existentes em Caxias ao longos dos últimos anos.

Uma mulher, aparentemente funcionária da Maternidade Carmosina Coutinho, deu entrevista, na condição do anonimato, atribuindo a culpa das mortes pelo descaso do hospital e falta de atenção da equipe, “mas não de todos”, ressaltou ela.

“Os médicos tratam as mães com desumanidade”, disse a entrevistada sem se identificar.

Uma mensagem do prefeito Léo Coutinho, aparentemente brincando com seus filhos, foi mostrada durante a exibição do “proteste já”. Ele estava dando um depoimento abordando a importância da família e que iria trabalhar por uma cidade cada vez melhor, o que constrata com a situação de calamidade por que passam dezenas de mães que perderam seus filhos na maternida da cidade.

O ponto alto da entrevista foi a tentativa de entrevistar o prefeito e conseguir dele alguma explicação pelas mortes na Carmosina Coutinho.

Como os leitores do blog já tomaram conhecimento, o prefeito Léo Coutinho não quis dar entrevista e tentou ‘empurrar com a barriga’ diante das insistentes perguntas de Oscar Filho. “Vá amanhã no hospital, pois lá tem uma diretoria que vai lhe receber e apresentar todas as informações”, declarou o prefeito que antes disse que os óbitos são por conta do pré-natal malfeito.


A ação truculenta do assessor do prefeito, conhecido por Daniel, que jogou água no repórter do CQC, foi mostrada na reportagem. Indignado com a agressão, Oscar Filho perguntou então a Léo Coutinho se ele tinha capangas para intimidar as pessoas.


A reportagem mostrou imagens do assessor Daniel, que, apesar de ter jogado água em Oscar Filho, negou que tivesse sido o autor da agressão.


Trecho de um programa transmitido pela TV da Prefeitura, em que o apresentador ameaça Oscar Filho, também foi mostrado, bem como a manifestação de baixo nível da vereadora Thais Coutinho contra o repórter do CQC.


Léo Coutinho ainda chegou a dizer que Oscar Filho não estava lhe tratando bem e que tinha compromisso era com seu povo.


Na Carmosina Coutinho, na Prefeitura, e também na Secretaria de Saúde, ninguém quis gravar entrevista para o QQC, ficando apenas o depoimento da médica Luzinete Assunção, que perguntada sobre a diretora, foi curta e grossa: “eu nem me dou bem com ela”.

“Ameaça, agressão, indiferença, covardia e é por causa desse comportamento do prefeito que fomos até Brasília para saber do caso de Caxias”, comentou Ana Paula Padrão ressaltando que o “CQC vai continuar cobrando”.


“Senhor prefeito, o senhor é pai, cadê o amor pelos seus filhos?”, questionou Marco Luque ao final da exibição do “proteste já” para em seguida a câmera mostrar a outra apresentadora, Dani Calabresa, chorando diante da tragédia caxiense.


O prefeito Léo Coutinho está na Europa curtindo uns dias de férias. Deve chegar amanhã.


Provavelmente estará despreocupado com a reportagem exibida em rede nacional de televisão, bem como continuará acreditando que faz um grande governo e que o povo o considera um grande prefeito.


Por outro lado, não se tem conhecimento de nenhuma medida administrativa colocada em prática na maternidade caxiense para que os óbitos não continuem acontecendo com tanta frequência no local.


Tudo indica que o slogan da atual administração continuará o mesmo: Caxias Cada Vez Melhor.


Lamentável!

Escrivão da PF que matou Tenente do Exército é transferido para São Luís

O agente da Policia Federal em Caxias, Isnardo Franciolli Guimarães dos Santos, 39 anos, que na madrugada de domingo matou com um tirou no peito o tenente do Exército José Ramos Correia Júnior, 25 anos, foi transferido para a sede da PF em São Luís. O crime ocorreu após uma discussão banal de trânsito no centro da cidade.
A prisão preventiva do agente, que atuava na função de escrivão da PF, foi deferida pelo juiz João Pereira Neto. No seu despacho, o magistrado enfatiza a decisão de mantê-lo preso para garantir a aplicação da Lei "para fins de garantia da ordem pública, para assegurar a aplicação da lei penal e por induvidável necessidade processual", afirma o juiz.
Apesar de afirmar em seu depoimento à polícia civil de que agiu em legítima defesa, para o juiz que decretou a prisão preventiva, o fato do autor do crime, ser um experiente agente da PF, ser treinado para enfrentar situações de risco é um agravante.
"Contudo, as regras de experiências do que ordinariamente acontecem devem ser pautadas por critérios objetivos e idôneos, sobretudo quando a pessoa supostamente ameaçada por conduta de outrem é um destacado Agente da Polícia Federal, como o indiciado, com larga experiência sobre como se defender de um risco real ou presumido",cita o juiz que vislumbra que o autor "parece ter agido sem a necessária cautela para enfrentar a situação de perigo que lhe acorria, pois tão logo a vítima desceu do veículo já foi logo sendo baleada, atingida em região de notória e evidente letalidade, por conta de disparo efetuado pelo indiciado".
A vítima, José Ramos Correia Júnior, que era lotado no 25º BC em Teresina, também cursava Direito na capital piauiense. Filho de um policial reformado, ele não era casado e morava com os pais no bairro Seriema.
Durante todo este domingo, familiares, amigos e colegas de profissão, inclusive representantes do 25º BC estiveram em Caxias para dá o último adeus ao militar. O corpo foi sepultado no final da tarde no Cemitério dos Remédios.

Fonte: Direto da redação do NOCA/Mano Santos

sábado, 15 de novembro de 2014

PEDALANDO COM CRISTO - Evento alusivo ao dia do evangélico aconteceu hoje na cidade de Bacabal

              O evento Pedalando com Cristo aconteceu hoje pela manhã na cidade de Bacabal. Organizado pelo vereador Gleydson Santos, que é protestante, reuniu inúmeros ciclistas de várias designações religiosas na praça Catulo da Paixão Cearense, no centro de Bacabal. Com a escolta da Polícia Militar e agentes de rua da CIRETRAN, os ciclistas percorreram as ruas da cidade em prol de levarem mensagens de amor ao próximo, evangelismo e o nome de Deus às famílias bacabalenses. No encerramento houve sorteio de CD's do cantor evangélico Robertinho do Pará, capacetes para ciclismo e três bicicletas para os participantes. O vereador Gleydson Santos disse que o evento reúne três grandes características, sendo a primeira a prática esportiva do ciclismo, tal que é um bem incontestável para o corpo. A segunda por tratar-se de um dia especial para os evangélicos. A terceira por ser um evento que leva a marca do Cristianismo e que também implica positivamente nas questões espirituais de cada participante. O vereador disse ainda que esse evento pode também ser visto como uma preparação para a Marcha para Jesus, que acontece no dia 22 deste mês, em Bacabal.





























segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Vaga na Assembleia Legislativa custou até R$ 1,8 milhão

Prestação de contas realizadas por candidatos eleitos ao cargo de deputado estadual, revela que foi gasto mais de R$17 milhões entre os que obtiveram vitória, gerando um gasto médio de R$405 mil entre os vencedores

Na última semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a prestação de contas final de todos os candidatos, cujas eleições foram definidas em primeiro turno. Em levantamento realizado por O Imparcial, averiguou-se que os 42 deputados eleitos gastaram R$17,010,704,93, o que representa um gasto médio de R$405,016.78.

De acordo com o que determina o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais 2014 do TSE, em todo o Brasil, 72,4% entregaram dos candidatos entregaram suas contas. No Maranhão, o percentual daqueles que finalizaram a entrega foi de 63,3%, entre candidatos a deputados federais, estaduais, senadores e governadores.

No estado era esperado o quantitativo de 877 prestações de contas de candidatos e órgãos de direção partidária. Desse total foi confirmada a entrega da documentação de 556 candidatos e 21 de órgãos de direção partidária. No Maranhão, todos os 42 deputados estaduais eleitos prestaram contas junto à Justiça Eleitoral.

MAIORES GASTOS

Entre os eleitos, dois declararam ter feito campanhas milionárias. A campeã de gastos foi a deputada eleita Andréa Murad (PMDB), que declarou à Justiça Eleitoral despesas na ordem de R$ 1.800.532,33. Em segundo lugar ficou Adriano Sarney (PV), com gastos de R$ 1.193.747,68 declarados.

Andréa Murad foi à quarta deputada mais bem votada do estado, com 77.889 votos, o que corresponde a um total de 2,44% dos votos validos no estado. Adriano Sarney aparece na ordem direta como o 13º mais votado no Maranhão e 48.463 votos, correspondendo a um total de 1,52% do eleitorado que compareceu às urnas.

O primeiro colocado na disputa, deputado eleito Josimar de Maranhãozinho, que obteve a confiança de 3,11% dos maranhenses que votaram, o que correspondeu a 99.252 votos, aparece como terceiro lugar entre os deputados que mais gastaram na eleição. Ele declarou despesas de R$ 923.200,00.

MENORES GASTOS

O candidato eleito que menos gastou no estado foi Cabo Campos (PP), que desembolsou o total de R$ 67.754,60. Em segundo lugar entre os mais econômicos está o Prof. Marco Aurélio (PCdoB), que gastou R$ 83.227,42 durante toda a campanha.

Com o orçamento modesto entre os colegas eleitos, Cabo Campos conseguiu conquistar os votos de 19.298 eleitores. Entre os candidatos econômicos, o professor Marco Aurélio chegou à frente do colega Cabo Campos, com 30.900 votos.

CUSTO DOS VOTOS

Realizando uma média entre o gasto legal total das campanhas, aquele declarado à Justiça Eleitoral, e a quantidade de votos obtidos, a reportagem do Jornal O Imparcial chegou a números que traduzem em média quanto custou o voto de cada candidato. É importante salientar que os números não refletem a prática de compra de votos e sim uma base do custo de campanha por eleitor.

Entre os votos mais caros estão os do deputado Adriano Sarney, que desembolsou, em média, R$ 24,63 por eleitor. Em seguida, a campeã de gastos, Andréa Murad, também reaparece na lista dos votos mais caros. Cada voto da peemedebista custou cerca de R$ 23,11.
Apesar de aparecer na terceira posição entre os deputados eleitos que mais gastaram, Josimar de Maranhãozinho desembolsou, em média, R$ 9,30 por eleitor. O deputado eleito mais econômico, Cabo Campos, não foi o mesmo que obteve menor custo por eleitor. De acordo com a média realizada pela reportagem, cada eleitor custou a Campos cerca de R$ 3,51.

Entre os parlamentares eleitos que tiveram eleitores mais “baratos” está Edson Araújo (PSL) e o Professor Marco Aurélio. Cada voto de Edson saiu, em média, R$ 2,52, enquanto que o do comunista custou cerca de R$ 2,69.

SUB 

O que acontece com quem não presta contas?


Para aqueles que não prestaram contas no prazo legal, a Justiça Eleitoral notificará, em até 5 (cinco) dias, os partidos políticos e os candidatos, inclusive vice e suplentes, da obrigação de prestá-las, no prazo de 72 horas, após o que, permanecendo a omissão, serão elas julgadas como não prestadas. Caso permaneça, a omissão implicará na falta de diplomação dos candidatos eleitos, enquanto perdurar o problema, além do impedimento de obter a certidão de quitação eleitoral até o final da legislatura; ao partido político, a perda do direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário.

O advogado eleitoralista Márcio Endles comentou que a realidade das campanhas não está traduzida de forma fiel na prestação. “A realidade das campanhas não são traduzidas na prestação de contas das campanhas, por falta de atuação dos atores do sistema eleitoral”, refletiu o causídico.

Sobre as penalidades, Endles comentou que não existe nenhum efeito automático sobre a prestação irregular de contas. “Não existe nenhum efeito legal vinculante. As contas julgadas irregulares só possuem efeito moral e político”, observou.

Sobre as sanções futuras, o advogado afirmou que a penalidade para contas consideradas irregulares só serão válidas a partir da instauração de outro processo, diferente do julgamento de contas. “O que pode acontecer é que depois de verificada a irregularidade, se instaure representação para investigar essa prestação irregular, passível de uma condenação com base no artigo 30-A, da Lei das Eleições. Somente a partir desse segundo processo é que os candidatos com irregularidades poderão sofrer sanções como inelegibilidade, perda de mandato, inclusão da Lei da Ficha Limpa”, revelou.

Na opinião do advogado, a irregularidade mais grave que pode ser cometida por um candidato é a omissão da prestação de contas. “O mais grave é a omissão da prestação de contas. Ainda assim o candidato tem a chance de corrigi-la, a partir da notificação do Tribunal. Caso persista, ele pode ficar inelegível pelo prazo do mandato que concorreu”, disse Márcio Endles.

Ricardo Murad admite concorrer ao governo em 2018

O atual secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, admitiu a possibilidade de concorrer ao Governo do Estado nas eleições de 2018.  A informação foi publicada em entrevista na edição deste domingo (9) do jornal O Imparcial. Murad abriu mão de mão de tentar reeleição a deputado estadual para continuar à frente da secretaria até o fim deste ano, porém, embora sem mandato eletivo, sua filha Andreia Murad e o genro Sousa Neto foram eleitos deputados estaduais. A reportagem mostra ainda que a “força política” do, ainda, secretário tem abrigo na esposa, a prefeita de Coroatá, Teresa Murad.
Na entrevista Ricardo Murad ressalta que a viabilização de seu nome dentro do grupo político do qual faz parte está condicionado à aposentadoria de Roseana Sarney e a saída do senador Edison Lobão Filho, candidato derrotado por Flávio Dino ao Governo do Estado nas eleições de outubro. Ele promete ainda continuar sua militância na saúde pública e fiscalizando o governador eleito. Ricardo refutou a hipótese de concorrer à Prefeitura de São Luís, como forma de fortalecer seu nome. Para ele um projeto inviabiliza o outro.
Ele diz à reportagem: “Buscarei viabilizar meu nome, vou trabalhar nos próximos anos para que eu possa ser candidato”.
O publicação disse que conversou com o senador João Alberto, mas ele teria respondido que não sabia das intenções de Ricardo Murad e julgou ser inadequado o momento para discutir uma sucessão ao governo que ainda vai ocorrer em quatro anos. O Imparcial finaliza sua matéria afirmando que o grupo “Sarney” fica sem liderança, com as aposentadorias,já confirmadas, de José e Roseana Sarney.

SÃO LUIS - Homem é morto a tiros dentro de barbearia na Feira da Cohab

Um homem de 39 anos de idade, identificado como Manoel Reverendo Junqueira Filho, foi assassinado com três tiros na cabeça, na manhã deste domingo (9), dentro de uma barbearia localizada na Feira da Cohab. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima estava dentro da Barbearia Padrão, já sentado na cadeira para cortar o cabelo, quando foi alvejado por três disparos de arma de fogo, morrendo no local.
A polícia não sabe o que motivou o crime e não tem pistas do autor do crime. Segundo um policial do 8º Batalhão da Polícia Militar, que esteve no local do homicídio, Manoel Reverendo Filho era natural de Ribeirão Preto, em São Paulo.
Uma testemunha disse à polícia que o homicida chegou à barbearia e apenas perguntou ao dono do estabelecimento, identificado como Williame, quantas pessoas havia para cortar cabelo e, em seguida, executou a vítima, que estava sentada na cadeira do barbeiro.
Manoel Reverendo morreu no local e o corpo foi removido, logo em seguida, para exame no Instituto Médico Legal (IML).A esposa da vítima, nome não revelado, disse que um dos familiares do seu esposo chegou a matar uma pessoa durante uma vaquejada ocorrida na cidade de Pinheiro, no ano passado.

Governo Flávio Dino vai priorizar os 20 municípios mais pobres do MA

O deputado estadual Neto Evangelista, que integrará a equipe de governo de Flávio Dino como secretário de Desenvolvimento Social a partir de 2015, anunciou que buscará o Governo Federal para assumir relações institucionais e trabalhará pela mudança desde o primeiro dia de governo “É fundamental diminuir as desigualdades sociais e combater a pobreza. Vamos começar nossas ações pelos 20 municípios mais pobres do Maranhão, que estão entre os 100 mais pobres do país”, destacou.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

10 tipos de “pessoas tóxicas” que você deve evitar na sua vida

Da revista Global PEGN

Você convive com elas o tempo todo: no seu trabalho, em eventos, na sua família. Pessoas tóxicas são aquelas que exalam algum tipo de sentimento ou característica ruim que pode afetar seu dia a dia.
Como qualquer tipo de toxina, você precisa limitar sua exposição a essas pessoas ou até mesmo cortar laços para se proteger. Segundo o site da revista "Inc.", esses sujeitos infelizmente não vêm com avisos ou alertas. Por isso, aqui vão alguns sinais para identificar esses tipos:

1. Pessoas arrogantes
Há uma grande diferença entre confiança e arrogância. Confiança inspira; arrogância intimida. Pessoas arrogantes sempre sabem mais e se sentem superiores aos outros. Elas nunca vão celebrar sua confiança, porque isso interfere na arrogância delas.

2. Pessoas vítimas
Uma das piores pessoas que você pode encontrar na sua vida são as que sempre se fazem de vítimas. Elas olham para seus próprios erros e sempre encontram alguém para culpar. Elas nunca se responsabilizam pelas vidas delas.

3. Pessoas controladoras
Elas sabem tudo e a melhor forma de fazer qualquer coisa, mas no fundo são pessoas extremamente inseguras. O problema é que enquanto você estiver rodeada por elas, você nunca terá chance de dar sua opinião ou ser escutado.4. Pessoas invejosas
Elas nunca estão felizes com o que têm e são incapazes de ficarem felizes pelas boas coisas que acontecem com você. Elas acreditam que se alguma coisa benéfica tem que acontecer, deve ser com elas.

5. Pessoas mentirosas
Mentirosos crônicos são perigosos porque você nunca saberá no que acreditar. Você não poderá contar com as promessas deles ou suas palavras. Eles mentirão para você sobre outras pessoas e sobre outras pessoas para você.

6. Pessoas negativas
Você provavelmente deve conhecer alguém que vive irritado, ressentido, desconfiado de tudo. Negatividade destrói relacionamentos e passar tempo com pessoas assim dá a sensação de que estão sugando sua vida.

7. Pessoas gananciosas
Muito de nossa cultura nos guia para querer mais, alcançar mais, faturar mais. Até certo ponto isso é bom, mas se torna tóxico quando alguém quer tudo – o que é seu ou dos outros –, e o processo de conquistar essas coisas se torna mais importante do que até mesmo viver.

8. Pessoas que julgam
Há uma grande diferença entre julgar com base em dados objetivos e julgar apenas para criticar. Pessoas que julgam demais são rápidas para tirar conclusões que nem sempre se provam corretas. Elas são péssimas ouvintes e comunicadoras.

9.  Pessoas fofoqueiras
Elas conversam sobre os outros sem distinguir o que é especulação e realidade. Isso é uma forma de elevá-las acima de suas inseguranças. Poucas coisas são mais destrutivas do que fofocas.

10. Pessoas sem caráter
Se uma pessoa não tem integridade ou honestidade –  trair, manipular, fofocar fazem parte de suas atitudes diárias –, haverá poucas coisas que ela não faça para conseguir o que quer.

Alunos do CAIC ganham novas salas e reiniciam as aulas na Rede Municipal de Ensino‏

O que foi prometido pela Secretaria de Educação do Município de Bacabal está sendo cumprido.
Os alunos que estudavam no CAIC e que foi interditado pelo Ministério Público e Corpo de Bombeiros por não oferecer as condições necessárias para o aprendizado, ganharam um novo espaço educacional. Dentro do prazo preestabelecido a Secretaria Municipal de Educação construiu 11 novas Salas de Aula distribuídas nas Unidades Escolares Francisco Vieira Lins e Novo Bacabal.
Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Bacabal

O entrega das salas e o reinicio do ano letivo aconteceram na manhã desta segunda-feira (03) como prometera a SEMED.
Mais espaçoso e mais arejado, o novo ambiente de ensino agradou alunos e professores que retornaram as atividades com mais animo e determinação.
“Estamos retornado com todo o gás, o espaço ficou excelente, muito bom mesmo” acrescentou uma professora já em sala de aula.
Os principais beneficiados que são os alunos também elogiaram a iniciativa do governo municipal: “Aqui é mais seguro, as salas tem ventilação, carteiras novas, tudo novo, muito melhor do que lá no CAIC” disse um dos alunos ao ser indagado pela imprensa local.
O Secretário de Educação professor Carlos Gusmão reafirmou que os alunos não serão prejudicados, pois já foi elaborado um novo calendário escolar para garantir que todos conclua o ano letivo.
“Apesar do contratempo estamos honrando o nosso compromisso com essas crianças e assegurando que elas não serão prejudicadas. Todas concluirão o ano letivo de 2014 sem problema algum, pois o governo de Zé Alberto sempre priorizou e continuará priorizando a educação” garantiu Carlos Gusmão.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Após bebedeira, atriz Letícia Sabatella, deita no meio da rua em Brasília e dorme

A atriz Letícia Sabatella demonstra que sabe curtir mesmo a vida, talvez, até demais. Na última sexta-feira, a atriz de passagem pela cidade de Brasília com a peça em cartaz "Trágica", foi flagrada deitada no meio da rua depois de uma noite de bebedeira. Veja:

sábado, 1 de novembro de 2014

POR QUE SERÁ? Maranhão tem os menores índices de condenados por corrupção

Em relatório o CNJ revela dados de casos de corrupção julgados em todo o país

O Maranhão de acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça, é o estado que menos julgou os suspeitos por crimes de improbidade e contra a administração pública, de janeiro a julho desde ano e que tenha resultado na condenação de réus.

A informação foi divulgada pelo CNJ, após o balanço feito. O objetivo da Justiça era julgar mais de 80 mil casos que foram iniciados no fim do ano de 2012 até julho de 2014. Dentro deste prazo já  foram condenados aproximadamente 6.100 réus, cerca de 31%  em 19 estados. 

Segundo o Tribunal de Justiça do Maranhão, de janeiro a julho deste ano, 1.030 processos de crimes de improbidade administrativa e crimes contra a administração publica iniciados até dezembro de 2012,  foram julgados ocasionando assim 33 condenações, uma taxa de 3%.

Esta taxa não é definitiva ela pode ficar menor, pois os réus podem recorrer ao Supremo Tribunal Regional. 

Médicos do Hospital Sírio Libanês capacitam profissionais da saúde em Bacabal‏

Durante dois dias médicos do Hospital Sírio Libanês de São Paulo ministraram em Bacabal uma capacitação direcionada aos profissionais de saúde que futuramente atuarão como “PRECEPTORES”, ou seja,  especialistas que auxiliam na formação de futuros médicos.
Essa ação vem acontecendo nos municípios que foram pré-selecionados  para receberem o Curso de Medicina como é o caso de Bacabal. Os profissionais treinados nessas cidades atuarão como ministradores de aulas teóricas e práticas junto aos Acadêmicos de Medicina.
Para Shirlene Pavelqueires enfermeira do conceituado Hospital Sírio Libanês, Bacabal está muito bem servida de profissionais na área da saúde e prontos para atuarem como formadores.
“Constatamos que o município possui excelentes profissionais e que todos estão extremamente alinhados com esse grandioso projeto que será a implantação do Curso de Medicina na cidade” pontuou a enfermeira.
A Secretária de Saúde de Bacabal Márcia Regina explica que a vinda dos profissionais do Sírio Libanês é uma extensão do treinamento que a equipe médica do município está realizando junto ao hospital paulista.
“Após um ano de implantação do Curso de Medicina é necessário que se inicie o que chamamos de Residência Médica e este curso com duração de 6 meses que nós estamos fazendo no Hospital Sírio Libanês credenciará os nossos médicos a atuarem como Preceptores” disse Márcia Regina.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

INVENTOR BACABALENSE PARTICIPA DE MOSTRA CIENTÍFICA EM BELO HORIZONTE — MG



O jovem bacabalense José de Ribamar Frazão de Lima, 32 anos, participou, na semana de 29 de setembro a 4 de outubro, das “Olimpíadas do Conhecimento”, mostra científica em que o SENAI, através do projeto INOVA SENAI, disponibiliza espaço para a divulgação de jovens inventores. O evento foi realizado na cidade de Belo Horizonte através de mostra que reuniu inventores de todo o Brasil, dentre os quais alunos dos variados segmentos do Sistema “S” (Senai, Sesi, Senac, Fiema, etc.).
             As Olimpíadas acontecem anualmente em duas etapas de classificação: estadual e nacional. Na etapa estadual Ribamar galgou o 2º lugar, ao expor em São Luís o seu “suporte regulável para corte de garrafas de vidro”, classificação que o levou à etapa nacional, em Belo Horizonte-MG, onde alcançou a 25ª posição entre os 50 finalistas, os mais de 300 da fase semifinal e os mais de 800 da etapa de inscrição nacional.
Ribamar, que já tem em seu currículo outras invenções em fase de patenteamento, inclusive, tendo participado da mostra de 2011 em São Luís, obtendo o 3º lugar no estadual com o projeto “Capa protetora para bancos de motocicletas”, vem contando com o apoio do SENAI de Bacabal, nas pessoas de seu diretor e instrutores, tendo sido acompanhado por Davi e Elias (2011) e Mauro (2013/2014).
Desde criança Ribamar se mostrou curioso, produzindo criações de objetos utilitários e decorativos, sobretudo de vidro, além de demonstrar outros talentos como roteirista de filmes e habilidades em artes cênicas. Suas invenções já são conhecidas e aprovadas no Estado e fora dele, por diversas autoridades, apesar de ainda não ter produção em larga escala, estando algumas na fase de patenteamento e outras em fase de aperfeiçoamento.
Mesmo com dificuldade e carente de incentivo e patrocínio para seus empreendimentos, Ribamar não desiste, e cada dia revigora-se na realização de seus múltiplos sonhos. No tocante às artes cênicas, atualmente ele está engajado na produção de uma mostra de vídeo visando se apresentar em programas de televisão.
Apesar de não ter sequer o ensino fundamental completo, Ribamar se sobressai como um grande exemplo e espelho para a juventude. Sua garra e atitudes comprovam que não importa o tamanho da dificuldade, mas a vontade e a esperança de se vencer.

Prefeito de Lago Verde continua na mira da Justiça e pode ser preso por saque de quase R$ 1 milhão.

DO BLOG DO LOUREMAR 


Quem acha que Raimundo Almeida, prefeito de Lago Verde, está fora do alcance da Justiça, está enganado. Raimundo Almeida e o filho dele, Alexandre Cruz Almeida, continuan respondendo processo por terem sacado indevidamente a quantia de quantia de R$ 936 mil de diversas contas da Prefeitura do Município de Lago Verde. Na terça-feira (29) o Tribunal Regional Federal da 1º Região recebeu a denúncia contra os dois, feita pelo Ministério Público Federal.

O caso se deu em 2010, quando os vereadores de Lago Verde votaram pelo afastamento do prefeito. Por meio de uma liminar o prefeito Raimundo Almeida voltou a assumir o cargo e no dois dias seguintes (9 e 10 de fevereiro) foi até uma agência do Banco do Brasil em Bacabal e fez o saque.

A dinheirama era resultado de transferências da União para fundos de educação e saúde.

Raimundo Almeida teria sido afastado da prefeitura pela Câmara Municipal, em 4 de fevereiro de 2010. No dia 8 de fevereiro, ele conseguiu uma liminar e voltou a assumir o cargo. Os saques foram feitos por ele e seu filho nos dias 9 e 10 de fevereiro, em uma agência do Banco do Brasil no município de Bacabal/MA.

Os recursos eram oriundos de transferências da União para fundos direcionados à educação e à saúde, além de recursos derivados de tributos. Em 10 de fevereiro, a liminar foi cassada e Raimundo foi obrigado a deixar a prefeitura novamente.


O que diz o Prefeito Raimundo Almeida

Os denunciados alegam que o dinheiro foi retirado para efetuar pagamentos da prefeitura listados na prestação de contas e que teriam sacado em outro município por não haver agência do Banco do Brasil em Lago Verde. Porém, o laudo contábil financeiro da Polícia concluiu que os cheques questionados não constam nos documentos da prestação de contas.
Em documento encaminhado ao Tribunal Regional Federal, o Ministério Público Federal deixou claro que “este processo não tem por finalidade apreciar a regularidade das contas apresentadas perante a Corte de Contas Estadual, mas sim condená-los pela prática do crime de responsabilidade que cometeram, de maneira que não há falar em afronta ao princípio da independência dos poderes. Não há dúvidas de que compete ao Poder Judiciário, em face de conduta criminosa, aplicar aos infratores a sanção penal correspondente”.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Judiciários paralisam atividades nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (29) acontece a paralisação pelo dia nacional dos servidores do Judiciário. No Maranhão, paralisação é articulada pelo Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão- SINDJUS-MA.
Os servidores lutam por auditória financeira no Tribunal de Justiça, cumprimento integral da decisão do STF dos 21,7%, reposição das perdas salariais de 2014, contra a PEC 63/2013 e pela valorização e melhores condições de trabalho para os servidores.
Em São Luís, os servidores estarão concentrados a partir das 07h30 na porta do Tribunal de Justiça, onde realizarão ato público às 09h e colherão assinaturas para o abaixo-assinado popular em apoio ao pedido ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que seja realizada auditoria no Judiciário Maranhense.
Nas comarcas no interior a recomendação do SINDJUS é que os servidores se concentrem na porta dos Fóruns e colham assinatura para o abaixo-assinado.

Em entrevista, Flávio Dino fala sobre prioridades da Segurança Pública


O governador eleito Flávio Dino anunciou medidas que serão adotadas logo no primeiro mês de governo para garantir mais segurança à população maranhense. Entre as ações destacadas em entrevista concedida à Rádio Educadora, na manhã desta segunda-feira (27), estão o combate à criminalidade e ao tráfico de drogas, valorização das policiais Civil e Militar, além de dobrar o número de policiais, compromisso assumido com o Programa de Governo.

Um dos pontos destacados por Flávio Dino foi trabalho de prevenção e combate ao crime. “Vamos deixar claro que não queremos tráfico de drogas no Maranhão, vamos combatê-lo e melhorar questões de segurança para a pessoa jovem. Vamos fazer com que a economia cresça, além de levar espaços de esporte e cultura para todo o estado”, citou, ao lembrar que a insegurança tem vitimado números cada vez maiores de jovens. Outra prioridade para o setor, segundo ele, é dobrar o número de policiais que atuam no Estado. A meta será cumprida de forma progressiva, durante os quatro anos de gestão.

Para reduzir o índice alarmante de homicídios na capital, que chega a mil mortes por ano, Dino defende uma política firme de combate à criminalidade com enfrentamento às quadrilhas, ao crime organizado dentro e fora da Penitenciária de Pedrinhas.

Logo após anunciar o nome do próximo secretário de Segurança Pública do Maranhão, o delegado Jefferson Portela, o governador eleito ressaltou o papel do Estado de cuidar da valorização e motivação dos policiais e manter o diálogo com a categoria. “Nós temos o compromisso de aumentar progressivamente o número de policiais em todo o estado, que hoje tem a pior relação policial por habitante no país. A nossa meta é dobrar o número de policiais atendendo a comunidade das ruas até 2018 e, com isso, melhorar o combate à violência e garantir tranquilidade às famílias em todo o estado”, observou.

Nessa linha, Dino reafirmou que cuidará da temática dos direitos com uma política permanente de atendimento de reivindicações que foram deixadas no passado. Como exemplo, citou que logo no começo da gestão trabalhará para a revogação do Regulamento Disciplinar do Exército, em substituição a um Código de Ética, além de avançar nas questões salariais.

Propostas e Transição

A entrevista também respondeu dúvidas dos eleitores que ligaram diretamente para a rádio e conversaram com o governador eleito ao vivo. O momento foi de dar mais detalhes sobre seu Programa de Governo.

Flávio Dino reafirmou seu compromisso com a garantia de direitos e falou sobre a expetativa de avanço na transição do governo. Temas como saúde, educação, segurança e abastecimento de água foram discutidos pelo governador eleito que assume a administração do Maranhão a partir de 1º de janeiro.

Ele lembrou que equipe liderada por Marcelo Tavares e Márcio Jerry solicitou informações há cerca de 15 dias e até agora não obteve resposta da equipe designada por Roseana para fazer o repasse de documentos ao próximo governo.

“Nós estamos esperando a resposta. Tenho a expectativa e a esperança de que a transição agora seja acelerada”, disse ele ao reiterar o pedido para que a seja acelerada a prestação de informações, de modo que já no dia 1º de janeiro o governo possa cumprir as propostas do Programa de Governo.