quarta-feira, 24 de julho de 2013

SÃO LUIS - Médicos realizam manifestação na Praça Deodoro

 (Honório Moreira)
Os médicos e estudantes de medicina do Maranhão fizeram mais um ato de protesto para chamar a atenção do poder público quanto a real situação da saúde  pública do estado e de todo o Brasil. Os profissionais e acadêmicos cruzaram os braços e interromperam a realização de consultas nos hospitais públicos e privados de São Luís.

O movimento contou com a participação de aproximadamente 80 médicos/estudantes que se concentraram em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, na Praça Deodoro. Lá os manifestantes fizeram uma breve assembléia onde discutiram a necessidade de esclarecer à população o motivo da paralisação da categoria na capital e no interior. Em seguida distribuíram cartilhas de conscientização para a população a fim de esclarecer os reais motivos para o manifesto.

Para a médica Lorena Duailibe, uma das participantes do protesto, a mídia nacional e o governo federal estão deturpando a realidade ao dizer que há falta de médicos nos interiores do país e, principalmente, do Maranhão. “Temos médicos para trabalhar, mas infelizmente não temos condições para exercer medicina nestas localidades, pois falta estrutura e equipamento. Pessoas morrer por falta de medicações” pontuou a médica.

Dona Rute Pimentel Pinheiro, 54 anos, foi uma das pessoas que receberam explicações sobre os motivos para a manifestação dos médicos. “Eles não querem direitos salariais, e sim melhorias de condições de trabalho. Sabemos que os hospitais daqui não têm equipamentos, não tem material nem para fazer um curativo. Eu concordei com a explicação dada por eles, pois estão buscando melhorias para a população também. Realmente a nossa qualidade de saúde está péssima”, observou.

Dentre as reivindicações dos médicos maranhenses está a aprovação de Planos/Cargos/Carreiras e Valorização dos médicos que não é implantado no estado, além de melhores condições de trabalho e infraestrutura. Eles também são contra o Ato Médico e a contratação de médicos estrangeiros pelo Governo Federal.

Fonte: O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!