quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Felipão considerou derrota para Suíça normal - foi mesmo normal?

Felipão considerou normal a derrota para a Suíça, em um jogo que já previra cercado de dificuldades para a Seleção Brasileira, devido à diferença física de um time que vem jogando contra outro em que a maioria está em início de temporada.
- Enfrentamos um adversário que vem disputando uma Eliminatória, enquanto a maioria dos nossos jogadores está em início de temporada. Então, a condição física prevaleceu, pois quando a perna não ajuda não adianta o raciocínio.
Ainda assim, Felipão lembrou que o Brasil teve as melhores chances no primeiro tempo para sair na frente no placar.
- Criamos as melhores oportunidades, duas claras, com o Hulk e o Oscar, mas infelizmente falhamos no chute final.
O resultado, evidentemente, não agradou. Mas não fez Felipão abandonar a linha de trabalho planejada.
- Como disse anteriormente, temos um longo caminho para percorrer depois da Copa das Confederações. Essa derrota vai servir de aprendizado, como serviu a do primeiro jogo, na Inglaterra.
Tampouco diminuiu a confiança do técnico na capacidade do time.
- Para os dois próximos jogos, certamente vamos jogar um futebol parecido com aquele da Copa das Confederações.
Felipão destacou que não tinha nada a reclamar ou a cobrar dos seus jogadores. O seu recado para o grupo no vestiário, após a partida, foi claro.
- Disse para eles fazerem o melhor nos seus clubes porque vamos nos reunir de novo daqui a pouco (o Brasil enfrenta a Austrália no dia 7 de setembro e Portugal no dia 10). E agradeci a todos pela dedicação e empenho, mesmo eles não estando nas melhores condições físicas.
A escalação de Jefferson foi explicada como uma opção natural.
- O Julio Cesar não jogou uma partida depois da Copa das Confederações, está vivendo uma situação em que está acertando a sua saída de clube, e também precisava ver o Jefferson em uma partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!