quarta-feira, 19 de março de 2014

Protesto que criou grande expectativa nas redes sociais e na comunidade bacabalense nos últimos dias não causou o impacto esperado



           Quem já assistiu ao “O Bem amado”, viu cenas ao vivo da novela que virou filme hoje, em Bacabal. O protesto que criou grande expectativa nas redes sociais e na comunidade bacabalense nos últimos dias, desfechou-se na tarde desta quarta feira, 19, pelas ruas de Bacabal e fixou-se ao lado da prefeitura, frente a porta de entrada da câmara municipal. O intuito do mesmo, que era o de juntar grande número de pessoas para reivindicar melhorias, principalmente no tocante a saneamento, asfaltamento de ruas, bem como melhor atuação na saúde e educação; parece não ter sido alcançado. Nitidamente o quorum foi pequeno e ficou ainda mais clara a falta de organização da pauta, sendo que poucos se pronunciaram sobre o mini-trio, ficando por fim uma única pessoa a desferir palavras de ordem, jargões e cobranças desencontradas.

          Como hoje é dia de sessão, os vereadores receberam a manifestante, Débora. No desenrolar do protesto, funcionários municipais estiveram assistindo na porta da prefeitura, manifestando-se a cada exposição narrativa desencontrada do condutor da passeata. Notou-se também um divisor de águas no decorrer do evento, pois enquanto os manifestantes circulavam com cartazes que traziam inscrições reivindicativas, outras pessoas também circulavam com faixas e cartazes com apoio ao prefeito Zé Alberto. É claro que esperava-se muito mais de algo tão badalado na internet nos últimos dias, com mais foco, através de cobranças mais evidentes ao executivo. No entanto, o que se viu foi algo morno, com poucas expectativas de causar grande impacto para os pilares do poder público municipal.


        Na minha opinião, reivindicações populares são  louváveis e bem-vindas, mas é necessário que a comunidade se organize e que demonstre saber o porque de cada gesto firmado. É necessário organização primorosa, que possa, além de levar os reclames aos comandantes dos poderes, também empolgar o povo. O que não houve. 

3 comentários:

  1. Olá nobre amigo, quero parabenizar pela matéria postada, mas é importante que vc corrija o texto onde fala da " pauta de reivindicações" que a comissão composta por quatro pessoas e q os mesmos não sabiam o que reivindicar, ou seja, a intenção pelo visto era APARECER, pois reivindicações nenhuma nos foi apresentado. Att. Gleydson Santos

    ResponderExcluir
  2. Anônimo Anônimo disse...
    E A FESTA DE ACUSAÇÕES COMEÇOU NA BAND, SBT E RECORD. CADA UM DEFENDENDO O SEU. O MAIOR ERRO É DOS VEREDORES ANTIGOS E ATUAIS QUE NÃO FISCALIZAM OS PREFEITOS, POR CONTA DOS SALARIOS EXTRAS.

    ResponderExcluir

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!