segunda-feira, 21 de abril de 2014

SENADO: se não for candidato único, Roberto Rocha diz que “caminho natural” será candidatura ao Governo

          O vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB) deixou claro no fim da semana passada, que não permanece na coalizão oposicionista liderada pelo comunista Flávio Dino se o grupo que o ungiu pré-candidato único ao Senado resolver apoiar, também, um indicado do PSDB.
Desde que os tucanos se aproximar
am dos PCdoB e adjacentes, é voz corrente que o ex-prefeito João Castelo (PSDB) também deve ser candidato a senador.
Para Rocha, se isso ocorrer, o “caminho natural” é o lançamento de sua candidatura a governador, fora doa coalizão.
“O PSB tem candidato presidente da República, e com muitas chances de ser eleito. Desta forma, o partido não está obrigado a seguir numa aliança, percebendo a falta de reciprocidade. Neste caso, o caminho natural será a candidatura própria ao governo”, declarou.
Pelo visto, o PDT é mesmo o único partido que aceita caladinho o rompimento de acordos previamente fechados.
Do http://gilbertoleda.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!