quarta-feira, 7 de maio de 2014

Fila intensa em frente ao Fórum Eleitoral de Bacabal - Termina hoje prazo para regularizar título e votar nas Eleições 2014

Os brasileiros que querem votar nas Eleições 2014 e têm qualquer pendência junto à Justiça Eleitoral têm até esta quarta-feira (7) para regularizar a situação do título de eleitor. Até hoje, o eleitor pode fazer a inscrição eleitoral, pedir a transferência do título de eleitor ou ainda solicitar a transferência para votar em uma seção eleitoral especial no pleito deste ano.
Caso o interessado queira tirar título de eleitor, basta procurar um cartório eleitoral próximo à sua residência e apresentar o documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência e o certificado de quitação do serviço militar obrigatório — neste caso, para os homens maiores de 18 anos.
Em Bacabal, há fila desde a segunda feira em frente ao Fórum Eleitoral (veja fotos de agora pela manhã). Presume-se que a mesma só deva aumentar durante o dia de hoje.

O título é o documento que comprova o alistamento eleitoral e informa o número de inscrição, zona eleitoral e o local de votação.
Se o eleitor quiser transferir o domicílio eleitoral, porque mudou de cidade, Estado ou País, é necessário mostrar o documento de identificação com foto, o título de eleitor e um comprovante de residência.
Neste caso, o interessado também precisa estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, ter cumprido obrigações legais, ter obtido o primeiro título ou feito a última transferência há pelo menos um ano e residir no novo domicílio há, no mínimo, três meses.
Para eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida, hoje também é o último dia para solicitar a transferência do local de votação para uma Seção Eleitoral Especial.
Uma resolução do TSE de 2002 determina que os locais especiais de votação sejam de fácil acesso, com estacionamento próprio e instalações que atendam às normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).
No dia 5 de outubro, os brasileiros vão às urnas escolher o presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital.
Nos casos de eleições majoritárias (presidente e governador) em que houver segundo turno, os eleitores voltarão às urnas no dia 26 de outubro.
Biometria
Algumas cidades brasileiras vão usar a biometria nas eleições deste ano. Quem não fez o recadastramento biométrico nos municípios que vão usar urnas eletrônicas com o leitor de biometria terá o título cancelado e estará sujeito a certas restrições.
Entre as punições estão ficar impedido de tirar passaporte, não conseguir obter financiamento em instituição de crédito pública e não poder tomar posse em cargo público.
No entanto, também dá para regularizar a situação e conseguir votar no pleito de 2014 se o eleitor for a um cartório eleitoral até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!