quinta-feira, 8 de maio de 2014

Realizado em Bacabal o Fórum Territorial de Cultura‏

Como parte das estratégias de elaboração do Plano Estadual de Cultura, a Secretaria de Estado da Cultura e o Conselho Estadual de Cultura realizaram em Bacabal o Fórum Territorial da Região do Mearim envolvendo 38 municípios da região.

O encontro reuniu gestores, produtores culturais, e secretários municipais que durante todo o dia no Auditório do CEFRAM, debateram uma minuta do plano, que vai nortear a política pública cultural para os próximos 10 anos.
O evento contou com a presença da Secretária de Estado da Cultura Olga Simão, do Secretário de Turismo do Estado Jura Filho, do representante do Ministério da Cultura  Lúcio Figueiredo, do Secretário Adjunto de Cultura de Bacabal Janílson Miranda que representou o titular da pasta José Clécio e do anfitrião o prefeito de Bacabal Zé Alberto Veloso. Em seu pronunciamento Jura Filho fez questão de destacar o resgate que o prefeito Zé Alberto Veloso vem  fazendo com a cultura local.
“É muito importante esse trabalho de resgate da nossa cultura que está sendo feito pelo prefeito Zé Alberto. Agente perceber que os nossos artistas hoje são valorizados e recebem todo o apoio do poder público” disse Jura Filho.
Quem também prestigiou o evento foi o Vice-Presidente do Conselho de Cultura do Estado deputado Roberto Costa.
A Secretária de Estado da Cultura Olga Simão defendeu que o fortalecimento da cultura maranhense só é possível se houver um intercâmbio maior com os municípios, ouvindo os anseios de cada região e a partir daí enriquecermos ainda mais a nossa diversidade cultural.
 Já o Prefeito Zé Alberto Veloso em sua fala fez questão de nominar os principais avanços que a cultura bacabalense sofreu em pouco mais de um ano de governo como, por exemplo, a revitalização da Banda Santa Cecília, a modernização da Escola de Música que foi informatizada e climatizada, a construção do Centro de Artesanato de Bacabal e a realização dos festivais musicais valorizando assim o artista da terra.
“Hoje o artista bacabalense pode dizer que é valorizado, pois tudo o que é possível fazer para que a nossa cultura se desenvolva está sendo feito” garantiu Alberto Veloso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!