terça-feira, 20 de maio de 2014

REPERCUTIU EM BACABAL - Policial do Amazonas é detido após ameaçar caminhoneiro - Empresária Gisele Veloso estaria por trás do episódio

                    Dois homens foram detidos na tarde desta segunda-feira, 19. A detenção repercutiu bastante nos meios de comunicação de Bacabal porque o episódio envolve o nome de uma conhecida empresária de Bacabal. Gisele Veloso, filha dos proprietários da Mecânica e Auto Peças Veloso é acusada pelo caminhoneiro Moisés das Chagas Silva, morador da Rua Carlos Pereira e proprietário de um caminhão boiadeiro,  de estar por trás das ameaças que ele teria sofrido em virtude de uma dívida.
            Segundo Moisés, que é policial militar do Amazonas, Antonio Adalberto Coutinho Ferreira e um outro individuo que se chama Hamilton de Mendonça, lhe fizeram ameaças quando foram a sua residência lhe cobrar acompanhados da empresária. Ainda de acordo com a suposta vítima, temendo ser morto ele acionou a Polícia Militar. O fato é que minutos após, o PM foi conduzido para o Quartel do 15º BPM e Hamilton para a delegacia.

                     A empresária Gisele Veloso também foi convidada a comparecer ao 1º DP e prestar esclarecimentos. Eles foram ouvidos pela delegada Noêmia Maia Maciel e pelo titular da Regional, Dr. Carlos Alessandro.Segundo informações, Antonio Adalberto e Hamilton teriam confirmados que foram contratados para cobrar uma divida contraída pela vítima correspondente ao conserto e troca de peças de seu caminhão. No depoimento e para a imprensa, Gisele Veloso negou que tenha havido qualquer tipo de ameaça à integridade física de Moisés. A empresária disse que Hamilton, morador do Povoado Brejinho, é cobrador da empresa de sua família e que o policial estaria apenas lhe acompanhando, mas nem chegou a descer da pick-up em que estava.
                 A dívida, no entanto, somam várias notas que chegam ao valor total de R$ 13.919,75 (treze mil, novecentos e dezenove mil e setenta e cinco centavos) e muitas vezes o devedor prometeu saná-la, o que nunca aconteceu.
                  A verdade é que a polícia, agora, deve apurar os fatos e revelar o que realmente teria acontecido. Gisele Veloso tornou-se ganhou notoriedade no meio social bacabalense após aproximação com pesos pesados da justiça maranhense e com políticos locais, a quem tem amizades influentes. Espera-se que tudo seja esclarecido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!