terça-feira, 24 de junho de 2014

Edilázio critica inserção partidária sobre casa de veraneio do Governo do MA

O líder do Bloco Democrático na Assembleia Legislativa, deputado estadual Edilázio Júnior (PV), desqualificou na manhã desta terça-feira (24) a inserção partidária do PCdoB, gravada por Flávio Dino (PCdoB), na qual o comunista avalia a casa de veraneio do Governo do Estado em R$ 20 milhões e pede a sua imediata venda. O imóvel fica situado no Calhau.
O parlamentar afirmou ter achado estranha e “patética” a postura do comunista e afirmou que seria no mínimo sensato o próprio Dino cobrar de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), prefeito de São Luís, as promessas de campanha que ambos fizeram em 2012, como a construção do Hospital Municipal Dr. Jackson Lago.
“Fiquei realmente assustado com uma cena tão patética como foi aquele programa eleitoral. Seria muito mais bonito se Flávio Dino fosse lá cobrar do prefeito de São Luís a construção do Hospital Jackson Lago. Até hoje o projeto sequer foi apresentado. Seria mais coerente ele chegar e dizer que estava cobrando do seu tutelado, dizer que o PCdoB não concorda com falsas promessas, até porque até hoje não há sequer um prego desse tal hospital”, disse.
Edilázio também questionou o fato de somente agora, o comunista e membros da oposição se manifestarem favoráveis à venda da casa de veraneio. “Ele que é a criação do então governador José Reinaldo Tavares e que frequentou demais aquela casa, jamais propôs a venda do imóvel. Por que só agora? Por que ele não chegou para o ex-governador Jackson Lago, já que ele foi advogado de Jackson, e pediu para o saudoso vender aquela casa? A governadora Roseana Sarney não usou sequer 1% do que usufruiu daquela casa o ex-governador José Reinaldo Tavares. Achei de uma infelicidade tremenda aquele programa eleitoral”, afirmou.
Agência Assembleia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!