terça-feira, 24 de junho de 2014

O EMPATE TÉCNICO DE EDSON LOBÃO FILHO

A eleição de 2014 começa a tomar rumos que fazem lembrar a memorável campanha de 1994, quando o senador Epitácio Cafeteira, abrigado no PPR, largou com ampla vantagem na frente da então candidata da situação, a deputada federal Roseana Sarney (PFL).
Vale lembrar: há 20 anos, naquela inesquecível jornada, Roseana iniciou a campanha em inegável desvantagem, diante do favoritismo de Cafeteira, líder em todas as pesquisas que se fazia naquela época. Quando o Ibope divulgou, no final de fevereiro de 1994, que Cafeteira liderava na frente de Roseana e de Jackson Lago, o grupo Sarney usou seu poderio na mídia para tentar desqualificar o Ibope e dizer que havia um ‘empate técnico’.
Nesta semana, o senador Edison Lobão Filho, pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, afirmou, após reunião de avaliação da pré-campanha, em São Luís, que, se for mantido o ritmo atual de crescimento, ele estará tecnicamente empatado com o seu provável adversário, Flávio Dino, pré-candidato pelo PCdoB, no final do mês, quando os dois realizarão suas convenções partidárias.
Só para lembrar: quando saiu a pesquisa do Ibope, no final de fevereiro de 1994, anunciando Cafeteira como o franco favorito, ele foi agredido pelo grupo Sarney como velho, velhaco, puxa-saco e bajulador. E passou a sofrer ameaça de que, a partir de então, seriam alardeados os seus “crimes”. Leia um dos textos publicados na época:
Empate e caviar (Texto publicado na capa do jornal O Estado do Maranhão, edição de 1º de março de 1994)
Quando o time comemora o empate, é porque sabe que não tem como ganhar. Numa pesquisa do Ibope, aqui freguês de números errados, Cafeteira comemorou o empate, com caviar e champagne.
A verdade é que o manjado senador Epitácio Cafeteira, com 75 anos, candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro e Alagoas, onde foi derrotado, chegou ao Maranhão pelas mãos do presidente Sarney, foi prefeito, deputado várias vezes, governador e agora comemora um hipotético empate, numa pesquisa no mínimo dirigida, feita em 30 municípios e fica feliz.
Quem o derrota? Uma deputada de primeira legislatura, jovem, competente, lutadora: Roseana Sarney. Os dados são falsos. O Ibope é nosso conhecido de outras campanhas.
A lenga lenga contra Sarney é surrada. Todos os que a pronunciam o bajularam. Cafeteira chegou ao máximo do puxa-saquismo: maquear o Presidente Sarney para programas de TV. Agora, o povo responde: Sarney é o grande político, a figura de maior respeito do Maranhão.

Roseana não é contra ninguém, é a favor do Maranhão. Sua vitória é a continuidade do Maranhão da Litorânea e não do Aterrão podre da corrupção e da destruição do Santa Eulália, além do crime 
Do Luis Pablo…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!