segunda-feira, 21 de julho de 2014

DICA do BLOG

          O autor, Marco Antonio Villa, faz uma  análise  sumária  das  Constituições,  destacando  seus  pontos  mais  relevantes.  Enfatizando  as “pegadinhas”  autoritárias  dos  textos constitucionais  e  como  foram  usadas  para  limitar  as  liberdades. Não  é  exagero  afirmar  que  os  últimos  200  anos  da  nossa  história  têm  como  ponto  central  a  luta  do
cidadão contra o Estado arbitrário. E, na maioria das vezes, o Estado ganhou de goleada. Este não é um  livro acadêmico. A  linguagem é direta. Mas a pesquisa buscou  ter o cuidado de uma reconstrução detalhada dos pontos considerados centrais das Constituições e do momento em que foram produzidas.  Cada  Constituição  mereceu  um  capítulo  e  no  fim  foi  dedicado  um  especialmente  ao Supremo Tribunal Federal,  o  guardião  da Carta  (ou  das Cartas,  afinal  tivemos  tantas), mas  que  nem sempre cumpriu com suas atribuições legais.
         Vale a pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!