sábado, 4 de outubro de 2014

ALERTA, BACABAL!


Por R. Cavalcante


A política é a ciência da organização, direção e administração do Estado. É dever de todo o cidadão conhecer por civismo a coisa mais importante num Estado, principalmente a política, sem a qual não teríamos como nos organizarmos em sociedade. A partir daí, podemos participar de reuniões, discussões e reflexões, para que possamos criar fundamentos mais sólidos para bem escolher os próximos governantes estaduais e o nosso presidente da República, à que eles possam, com sabedoria e sapiência, governar o nosso País pelos próximos quatro anos. Da mesma forma, escolhermos os nossos representantes para os legislativos estadual e federal, homens e mulheres que estarão comprometidos com a representação dos seus estados e municípios.
Não podemos, sempre que falamos em política, associá-la a corrupção e politicagem. Temos que saber separar o joio do trigo para que tenhamos pessoas criteriosamente comprometidas com a sociedade, e que saibam realmente representá-la em todas as esferas políticas, com respeito e dedicação. Se voltarmos os olhos para Bacabal, veremos de cara quais são as pessoas que merecem os nossos votos nessa eleição. Para excluir os maus, deveremos de primeira mão refletir sobre aqueles que governaram o nosso município em tempos que não vão muito longe e com seus péssimos governos liquidaram com o sonho do nosso povo. Esses mesmos, estão hoje, apresentado como salvadoras da pátria as suas atuais companheiras, porque foram impedidos pela justiça de serem candidatos a qualquer cargo eletivo, porque agiram corruptamente ou exercerem os seus mandatos com má fé.  A que está sendo apresentada para federal, senhora Jamile Susart, há menos de dois anos deixou o poder, no qual permaneceu durante oito anos e nunca teve um mínimo de inteligência para dizer ao seu marido as precisões do município, e agora, que é candidata, sabe de tudo o que Bacabal precisa. Ela passou anos junto do seu esposo na prefeitura, dormindo na mesma cama e nunca teve a oportunidade de dizer-lhe das necessidades de Bacabal? Ela não sabia que o seu marido estava liquidando com a saúde, com a educação, com a cultura, com o esporte e lazer, com a agricultura, com o que ainda tinha de saneamento básico na cidade e que não pagava o salário do povo em dia porque realmente não queria pagar? Ela não sabia que uma Secretaria da Mulher teria que funcionar para atender as necessidades das mulheres humildes do nosso município, coisa que só aconteceu a partir da gestão da Secretária Doralice Veloso? O seu marido lhe deu de presente essa secretaria e ela não soube o que fazer com a mesma.  Não podemos deixar que essa figura decorativa volte a se beneficiar com as orgias que o poder pode proporcionar a quem não tem comprometimento com a causa pública e nem com os muitos problemas porque passa o nosso município, tudo fruto das más gestões dos últimos administradores. Não podemos deixar que com o dinheiro do povo, e por vaidade pessoal, voltem a fazer novas frotas de carros importados, comprar novas mansões, fazendas, assistirem aos jogos aos finais de semana no Maracanã e às corridas de formula 1 em Interlagos. Essa é a hora de darmos um basta nessa corja desses péssimos administradores do dinheiro público e  que, sem nenhum escrúpulo estão a zombar da  nossa sociedade, acahndo que todos são burros e ignorantes.
Qualquer um desses novos candidatos que estão pretendendo ser deputado federal ou estadual, se por ironia do destino se elegerem, sentirão na pele o que Alberto Filho sentiu como marinheiro de primeira viagem, passarão as mesmas dificuldades que ele passou para descobrir os caminhos e conseguir abrir as portas  dos Ministérios. Esses pretensos candidatos, nos seus discursos, querem colocar na cabeça do povo que as coisas são fáceis e ao se elegerem vão encher um caminhão baú de dinheiro, projetos e trazer para Bacabal, porque é com esse tipo de lavagem cerebral  que buscam nos enganar e ganhar o  nosso voto. Eles não sabem que os tempos mudaram e que o povo deixou de ser besta. Essa senhora Jamile Susart, hoje, aponta as coisas erradas as quais o seu marido fez e das quais ela foi cúmplice. Eles tiveram muito tempo para consertá-las, mas as suas vaidades, o egoísmo e suas negligências foram maiores que as suas boas intenções. O povo ficou relegado a terceiro plano. Essa senhora deveria ser honesta com ela mesma e apresentar à nossa sociedade uma relação dos seus feitos de quando esteve como primeira dama, como mulher do prefeito com poderes delegados ou como Secretária da mulher, para que o povo de Bacabal pudesse analisar o seu nome como possibilidade real de candidatura viável.
O filho do deputado estadual que é candidato a federal, que também está embarcando na canoa do “tal pai, tal filho”, sabe que não se elege a deputado federal. Com slogan “JUNTOS PARA IRMOS MAIS LONGE”, fica mais distante do povo pobre de Bacabal. Mas para ele, a sua votação nessa eleição, servirá de termômetro para a eleição de 2016, onde exercerão o poder de barganha em qualquer que seja a negociação, pois é assim que funciona. Assim acontece com os demais candidatos novos. Todos visando as eleições municipais de 2016. Estão com um olho no padre e outro na missa.

Diante de tudo isso, temos Alberto Filho, que já é deputado e agora encontrará facilidade com todas as portas abertas para que possa conseguir emendas para melhorar mais a nossa saúde, educação, cultura, saneamento para melhorar a vida da nossa sociedade. Dar ao jovem Alberto a oportunidade de executar os projetos a que se propôs desde a sua primeira eleição e que não foi possível realizar todos, por falta de acesso aos Ministérios, seria uma boa escolha? Acredito que agora poderia ser diferente, porque ele não precisaria mais descobrir caminhos, já sabe de muitos. É preciso que saibamos refletir com inteligência hoje, para que não venhamos nos arrepender amanhã e não votar em candidatos que se apresentam como salvadores da pátria, enquanto foram eles próprios que causaram muito do que aí está de ruim. Alerta, Bacabal!

33 comentários:

  1. Concordo plenamente com R Cavalcante e faço uma pergunta: porque Jamile? O que essa mulher fez para merecer nossos votos? Manda essa mulher mamar num porco.

    ResponderExcluir
  2. Muito inteligente esse texto de R Cavalcante.Quem é Jamile? É muito pretenciosa

    ResponderExcluir
  3. Esse texto deveria ser transformado num bom panfleto para ser jogado na cidade para alertar o povo

    ResponderExcluir
  4. Concordo com Cavalcante sobre Alberto Filho acho que está preparado e que agora será diferente. Voto nele de novo.

    ResponderExcluir
  5. Só de ouvir aquelas musicas dessa Jamile dava vontade de vomitar. Ainda bem que acabou.

    ResponderExcluir
  6. Só em ouvir a musica dessa Jamile dava vontade de vomitar. Sinda bem que acabou.

    ResponderExcluir
  7. Eu voto em Alberto Filho. Assim poderia fazer os bacabalenses inteligentes. Ja está preparado.

    ResponderExcluir
  8. Eu vou votar em João Marcelo. Pode não estar preparado mais tem no pai um grande orientador.

    ResponderExcluir
  9. Eu não voto em João Marcelo porque tem jeito de preguiçoso.

    ResponderExcluir
  10. Pra mim Jamile seris a pior opção pra votar.

    ResponderExcluir
  11. Senhor Cavalcante o nosso povo não é mais besta como você frisou. Votar nessa Jamile nunca Deus me livre.

    ResponderExcluir
  12. O filho do deputado sem noção falava no seu espaço eleitoral que ia fazer com que o povo tomasse banho de chuveiro. Não merecemos esse tipo de representante. Pobre de idéias.

    ResponderExcluir
  13. Eu vou votar em Alberto Filho e Roberto Costa.

    ResponderExcluir
  14. Essa Jamile é o cumulo do sbsurdo.

    ResponderExcluir
  15. Boa matéria essa. Bem que os demais blogs poderiam publicar tambem

    ResponderExcluir
  16. Tenho é pena dessa Jamile não vai tirar mil votos.

    ResponderExcluir
  17. O que é certo mesmo é que ela passou oito anos no governo e não alertou o marido dos erros que eles estavam cometendo e agora ela quer se eleger para concertar.Vai pentear macaco Jamile.

    ResponderExcluir
  18. Manda ela pentear camelo mesmo porque ela ja tem um dentro de casa. Ja reparou no Lisboa? O que será que ta pesando que ele tá ficando corcunda.

    ResponderExcluir
  19. Eu sempre gostei do R Cavalcante. Fui um dos seus grandes admiradores na televisão e do jornal que ele escrevia. Dai a inteligencia de Claudio Cavalcante tal pai, tal filho.

    ResponderExcluir
  20. Votei em Alberto Filho e Graciete e agora voto nele e Roberto Costa.

    ResponderExcluir
  21. Jamile? Quem é essa Jamile?

    ResponderExcluir
  22. Votei Alberto Filho e Graciete agora voto nele e Roberto Costa.

    ResponderExcluir
  23. Jamile...Quem é Jamile.

    ResponderExcluir
  24. Vamos eleger novamente a Alberto Filho e dar a ele a oportunidade de continuar o seu trabalho no Congresso Nacional em benefício do povo do Maranhão.

    ResponderExcluir
  25. Pergunta pra essa Jamile se ela não quer roçar juquira

    ResponderExcluir
  26. Votar em Jamile é não gostar de Bacabal. É um acinte.

    ResponderExcluir
  27. Pois eu vou votar é na Jamile

    ResponderExcluir
  28. Vota Zé mane pra tu ver

    ResponderExcluir
  29. Tenho saudade do Csvalcante na televisão. Tempo que se fazia programa com respeito ao publico sem agressão.

    ResponderExcluir
  30. Jamile jamais. Cruz credo.

    ResponderExcluir
  31. Sera que Jamile pensa que fez alguma coisa de bom por Bacabal para ousar em querer ser votada para algum cargo? É muita p retenção.

    ResponderExcluir
  32. (BACABALENSE)- O texto está bem redigido. Trabalho de profissional. Concordo que Jamile é a pior opção e jamais votaria nela, assim como também não voto em Alberto Filho (sua opção R. Cavalcante), nem em João Marcelo (só por que João Alberto quer?), em Roberto Costa (recadeiro de Roseana). Enfim, é lamentável que eu, bacabalense, NÃO ACREDITE em nenhum desses que aí se propõem. Talvez o Zorro tenha mais futuro. Meu candidato é de fora, por ter trabalho prestado para toda a sociedade maranhense. Bonito pra os candidatos de Bacabal.

    ResponderExcluir
  33. (BACABALENSE) - Ah, esqueci LISBOA. Jamais votarei nesse corrupto, nem no ignorante Zé Vieira, pai político dele, tampouco em Graciete. essa laia toda merece derrota. BACABAL PRECISA criar vergonha E APRENDER A VOTAR "NÃO".

    ResponderExcluir

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!