quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Maranhão tem 50% de alunos ruins em português, diz Folha

A versão impressa do Jornal Folha de São Paulo mostra gráfico dos estados que concentram o maior percentual de alunos cujo nível em português está baixo.
A versão impressa do Jornal Folha de São Paulo mostra hoje, (11/dez) gráfico dos estados que concentram o maior percentual de alunos cujo nível em português está baixo. 1 em cada 4 alunos está no pior nível em português, a maioria tem nota inadequada no ensino fundamental público na Prova Brasil, avaliação federal aplicada a cada dois anos. Os dados são de 2013 e foram divulgados na sexta-feira (6), por meio de boletins para escolas.
No 5º ano, 24% tiraram menos de 150 em escala até 500. Para os estudantes mais novos, com média de 10 anos de idade e não sabem apontar personagem central de uma fábula ou reconhecer o assunto principal de uma reportagem.
O Maranhão têm os piores percentuais de alunos no 5º Ano, com 49,5%, e no 9º Ano,com 38,4%. Na média do Brasil, 24% dos alunos do 5º ano estão no pior nível de língua português. No Maranhão o percentual é de 50%. Já no Distrito Federal ele está em 10%.
A situação refere-se a alunos em escolas estaduais e municipais, que concentram 85% das matrículas do país.
No 9º ano, último do fundamental, 25% ficaram no patamar mais baixo na prova entre os oito possíveis. Com idade na casa dos 14 anos, não conseguem localizar informações explícitas em trechos de romance. Tiraram média abaixo de 200, ante um mínimo adequado de 275.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!