sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Órgãos federais, estaduais e municipais fazem levantamento da Bacia Hidrográfica do Nordeste e incluem o Rio Mearim na rota.‏



                       O 
Rio Mearim é um dos mais importantes do estado banhando 33 cidades e proporcionando sobrevivência para milhares de pessoas. Mas não é preciso andar muito para observar que está bacia hidrográfica agoniza e pede socorro.  Assoreamento, lixo nas margens, construções de muros e casas muito próximas das ribanceiras, esgotos sem o devido tratamento contaminando as águas e colocando as famílias ribeirinhas em constante perigo foram algumas das irregularidades encontradas por uma comitiva uma comitiva composta por representantes de órgãos estaduais, municipais e federais que realizou durante 5 dias uma expedição nas água do Rio Mearim. O levantamento visa mapear e detectar o impacto ambiental  que as ações do homem vem causando a Bacia Hidrográfica do Nordeste. No caso do Rio Mearim foram constatadas degradações em todo o percurso analisado pela comitiva. O Comitê  de Bacias é composto por representantes da UEMA, CODEVASF, Prefeituras de Arari, Vitória do Mearim, , São Luis Gonzaga, Pedreiras e Bacabal que ao final da expedição irá elaborar um documento a ser entregue as três esferas de governo: Município, Estado e União. Um dos pontos positivos apontados pelos fiscais foi o Matadouro Municipal de Bacabal considerado dentro dos padrões exigidos pelos órgãos ambientais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!