quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Meta do Maranhão é imunizar 95% de 561 mil crianças contra a poliomielite

Fonte: G1

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (12) que enviou 701 mil doses de vacina contra a poliomielite para o Maranhão, que tem a meta de imunizar 95% de 561 mil crianças com idades entre seis meses e
cinco anos incompletos em 2015.
A vacinação começa neste sábado (15) e vai até o dia 31 de agosto. No país, a meta é imunizar 12 milhões em mais de 100 mil postos, o que representa 95% do público-alvo formado por 12,7 milhões de crianças.
Paralelamente à campanha contra poliomielite, o Ministério está promovendo uma mobilização para atualizar os dados vacinais das crianças. Os pais deverão levar as cadernetas infantis para avaliação dos profissionais de saúde, que devem alertá-los sobre possíveis vencimentos.
A proteção contra o vírus consiste na aplicação de duas doses da vacina inativada poliomielite (VIP), injetável, aplicada aos dois e quatro meses de vida, e uma dose da vacina oral, aos seis meses. As doses atrasadas serão aplicadas e agendadas de acordo com a situação de cada criança.
O Ministério garante que a vacina é segura e tem eficácia de imunização entre 90% e 95%. Não existe tratamento para a poliomielite, sendo a vacinação a única forma de prevenção contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3.
Podem ser vacinadas crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. Pacientes com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina deverão consultar um médico antes da aplicação.
País livre
O Brasil é considerado livre da poliomielite desde 1990. Em 1994, recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a Certificação de Área Livre de Circulação do Poliovírus Selvagem em seu território. Para o Ministério, a vacinação é fundamental para que não voltem a ser registrados casos de paralisia infantil no país.
Doença
A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores. A doença é causada pelo poliovírus e a infecção se dá, principalmente, por via oral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!