quarta-feira, 6 de abril de 2016

SAAE NÃO CUMPRE O PAPEL DE TRATAR E DISTRIBUIR ÁGUA ADEQUADAMENTE NO CENTRO DA CIDADE DE BACABAL



POR Cláudio Cavalcante


O SAAE – Serviço autônomo de água e esgoto - não vem cumprindo o papel que deveria desempenhar para com os consumidores de Bacabal, que é o de tratar e distribuir água potável adequadamente. Nesse reclame, mesmo sabendo que o mesmo acontece em vários outros pontos da cidade, viso somente o bairro do centro, onde o problema é comprovado pelo produtor desse texto. Nesses últimos cinco dias, a água não chega até os canos de distribuição e quando chega é fraca e não sobe para as caixas d’água ou para as partes altas de casas que consomem a água de forma direta, sem reservatórios particulares. Além disso, a quantidade de terra, barro ou lama, que chega às torneiras é imensa, entupindo filtros, chuveiros, dentre outros.  Sabe-se que essa água vem de uma velha adutora, que capta as água às margens do Mearim, e que há mais de 40 anos se arrasta para dar conta do serviço, com uma demanda que só tem crescido e nenhuma providência para melhorá-la realmente é tomada, a não ser remendá-la continuamente. Enquanto isso, o consumidor vai pagando uma conta de água com taxa altíssima por um serviço mal prestado. Atualmente o Diretor do “serviço autônomo” é Leonardo Lacerda, sem formação ideal para o cargo, lá colocado por conveniência política, como é de praxe desses órgãos dos quais muitos cidadãos comuns dependem. O consumidor que se sentir lesado, e que não aceitar as desculpadas repassadas através de notas explicativas, pode procurar órgãos como o PROCON ou outras vias legais, afinal, não dá para pagar por um serviço que não atende as nossas mínimas necessidades diárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!