segunda-feira, 25 de julho de 2016

Mesmo atacando Temer, Lula aceitará diálogo pós eventual impeachment de Dilma


A postura do ex-presidente Lula tem se mantido a mesma com relação ao presidente interino Michel Temer.
Em discursos, Lula ataca o 'opositor', mas ao que parece, nos bastidores, sobretudo após o impeachment, ele voltará a abrir espaço para diálogo com Temer.
 

De acordo com a coluna painel, da Folha de S. Paulo, seguindo a mesma postura de Lula, o presidente interino voltou a mencionar a necessidade de procurar a oposição para dialogar, mas repetiu que ainda não é o momento. Vai esperar o desfecho do impeachment.
 

A avaliação é que o Planalto precisa de uma interlocução mínima com organizações sociais, historicamente lideradas pelo PT, para conseguir votar pautas delicadas no Congresso Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será analisado e logo será postado. Obrigado!